“The Judgement day” nos Supertubos | Slideshow

publicado há 2 anos por 0

  • CJ Hobgood encaixou num pesado tubo ao lado da área de competição e a consequência foi um corte profundo numa quilha e o provável fim do seu ano competitivo.

  • Felizmente CJ estava em boas mãos!

  • Nicolau Von Rupp recebeu 5.83 por este tubo para a esquerda, terá sido uma nota justa ou pagou o “imposto do wildcard”?

  • O MOCHE Rip Curl Pro Portugal está sempre muito bem frequentado.

  • John John recebe a aprovação da nova geração, “Job well done”.

  • Bede Durbidge fez uma nota 10 no primeiro ano do WCT em Peniche. Desta vez não repetiu o feito mas matou saudades com os canudos dos Supertubos.

  • Num dia em que as manobras eram pouco valorizadas, Alejo Muniz consegue cinco pontos com este power snap.

  • Nat Young fez a final em 2013 mas no MOCHE Rip Curl Pro Portugal de 2014, apesar de ter surfado bem, foi eliminado no round 2.

  • Voo razo no round 2.

  • O maior espectaculo de surf em Portugal teve público a condizer.

  • Este tubo de Brett Simpson poderá ter-lhe salvo um ano pois com ele eliminou Nat Young e umas horas mais acabaria por derrotar o líder do circuito.

  • Parko Family!

  • Este tubo poderia ter virado o resultado para Joel Parkinson, mas foi depois do toque!

  • Este arriscado floater foi uma das manobras de Kai Otton que eventualmente levou à derrota de Tiago Pires...

  • Sucesso?

  • Um dia cheio de emoções, com muito para apluadir!!!

  • Jordy Smith já fez a final em Portugal, será que em 2014 consegue a vitóra?

  • Super-tubos, dá para perceber a razão por detrás do nome?

  • Muiiiiitoooo bem frequentado!

  • O surf cada vez mais é um escpectaculo para todas as idades...

  • E todos os feitios...

  • Duas maneiras de ficar à sombra, Brett Simpson escolhe a melhor...

  • Medina deu tudo para virar o seu heat e se tivesse aterrado neste voo teria vencido.

  • Gabriel Medina também andou "por dentro", mas não seria suficiente.

  • Um apoio fora de série a Gabriel Medina.

  • O MOCHE fez de tudo para entreter o seu público, e esta surpresa veio dos ceus.

  • Kelly Slater teve uma oportunidade de ouro de atacar o número um do ranking.

  • ...e andou muito tempo nos tubos, faltou só a saída!

  • "Basque country in the house"!

  • Michel Bourez estava bem atento às condições...

  • E passou mais um heat, mantendo as suas esperanças de acabar no top5.

O segundo dia de acção do MOCHE Rip Curl Pro Portugal não viu “cores nem rankings” e ao fim do primeiro dia os principais candidatos ao título mundial tinham sido eliminados. Foram 22 heats carregados de tubos e acção e podes ver os melhores momentos do dia aqui!