Quem acompanhou o Vans US Open of Surfing ao longo dos vários dias desta prova seguramente confirmou que Ítalo Ferreira era um dos grande favoritos à vitória. Infelizmente, durante o seu heat dos oitavos de final man-on-man, o actual número 4 do Championship Tour lesionou-se na aterragem de um floater de backside. Mesmo assim terminou o heat, batendo outro destaque desta prova, Michael Rodrigues, um rookie do CT que ocupa a 11º posição do ranking.

A lesão obrigou-o a faltar ao seu heat dos quartos de final, oferecendo assim a passagem para as meias-finais a um surfista que foi um “mentor” para si durante muitos anos, Jadson André, algo que contribuirá muito para o regresso à elite deste seu grande amigo.

Um detalhe curioso da participação de Ítalo nesta prova foi o facto de ter competido com uma prancha que trouxe de uma viagem recente ao nosso país, algo que já começa a ser bastante frequente. Em 2012 foi John John Florence quem usou uma prancha produzida na fábrica da Polen, em Cascais, para vencer pela primeira vez no CT. Desta, vez segundo a informação disponível no site da marca Timmy Patterson, as circunstancias foram as seguintes: “Esta prancha não foi feita para o Ítalo. Era uma prancha de stock, shapeada pelo Timmy quando esteve na Polen Surfboards e retirada do rack da loja, que Ferreira trouxe para o US Open. Nós fizemos uma série de pranchas para o evento mas as ondas estavam tão pequenas que ele levou a Scorpion que trouxe de Portugal para ter acesso a todo o drive em condições moles e ainda conseguir fazer notas altas contra os melhores do mundo“. Podes ver o post completo no site tpattersonsurfboards.com.

Pelo que sabemos, Ítalo Ferreira já está praticamente recuperado e de olho num bom resultado na próxima etapa do tour, o Tahiti Pro Teahupoo, para recuperar o seu lugar no topo do ranking. Fica a saber mais sobre o modelo Scorpion, de Timmy Patterson, AQUI!

Comentários