Num ano com poucas etapas de pontuações altas no circuito QS, as provas da Triple Crown of Surfing obrigatoriamente teriam grande influência no ranking final e nas qualificações para o Championship Tour de 2019.

Antes desta prova já havia dois nomes virtualmente garantidos no tour do próximo ano, Ryan Callinan e Seth Moniz e a eles juntaram-se mais Deivid Silva e Peterson Crisanto, enquanto que Ricardo Christie e Leonardo Fioravanti provavelmente também estão com a qualificação garantida ou muito perto disso.

Ainda dentro do “cut” neste momento estão mais 4 nomes, Jadson André, Ethan Ewing, Jorgann Couzinet e Mateus Herdy mas nenhum deles está seguro no circuito do próximo ano. Isso significa que a qualificação está nos 12.960 pontos, o que empurrou o surfista que anteriormente estava no limite da qualificação, Even Geiselman, seis lugares para baixo. Perto do limite, mas do lado de fora, estão Jesse Mendes, Patrick Gudauskas, Alejo Muniz, Soli Bailey, Mikey Wright (que já está qualificado pelo CT), Even Geiselman e Jake Marshall, todos eles a menos de 1.000 pontos de Herdy.

No entanto qualquer surfista do top100 está ainda na disputa por uma vaga na elite do surf mundial, dependendo dos seus resultados na próxima prova, o Vans World Cup em Sunset, também uma etapa de 10.000 pontos do ranking QS.

Os dois portugueses com vaga na próxima etapa são Vasco Ribeiro e Frederico Morais, ocupam a 32º e 48º posições no circuito de qualificação. Vasco encontra-se com 9.175 pontos, 3.785 pontos abaixo do último de Mateus Herdy. Para superar a pontuação do grom brasileiro, Ribeiro terá de chegar às meias finais em Sunset, mas mesmo um 7º lugar nessa etapa poderá não ser suficiente. Segundo Al Hunt, o “mago da qualificação” do tour, o “cut” poderá ser nos 17.000 pontos, o que já obriga o ex-campeão mundial júnior a fazer um segundo lugar na próxima etapa. Por sua vez Frederico conta com 7.460 pontos, o que o obriga a fazer uma final alcançar Herdy e mesmo uma vitória na etapa não chega para alcançar os 17.000 pontos.

Acompanha o desfecho desta disputa entre 25 de Novembro e 6 de Dezembro.

Comentários