Pedro Henrique sagra-se campeão nacional de 2016

publicado há 6 meses por 0

pedro-henrique-campeao-nacional-2016

Foi no último heat da última etapa da Liga MOCHE de 2016, o Huawei Cascais Pro, que ficou decidido o campeão nacional.

Inicialmente eram 7 os candidatos, mas dois dos principais, Vasco Ribeiro e Frederico Morais, abdicaram desta disputa quando se inscreveram para competir numa etapa QS 3.000 na Costa Rica, que tinha as mesmas datas desta etapa.

Depois foi Tiago Pires, outro surfista com boas hipóteses, que não se inscreveu na última etapa, e também ficou de fora. Assim sobravam 4 candidatos ao título, Marlon Lipke, Filipe Jervis, Zé Ferreira e Pedro Henrique.

Entre eles Filipe Jervis foi o primeiro a ficar de fora pois, quando Pedro Henrique se qualificou para a fase man on man, deixou-o fora da disputa. No entanto, ainda nessa fase, o round de 16, Jervis acabou por perder, tal como Marlon Lipke.

Sobravam assim Zé Ferreira e Pedro Henrique, que avançaram até às meias finais, uma fase que passou para o derradeiro dia de prova. Para se sagrar campeão da nacional Pedro Henrique apenas tinha de passar à final, mas encontrou o surfista mais inspirado desta prova, Gony Zubizarreta, um competidor que só não se encontrava nesta disputa por não ter nacionalidade portuguesa. Gony, com um par de notas de 7 pontos, venceu o heat.

Zé Ferreira ficou assim com a oportunidade de garantir o título, mas para isso teria de vencer os próximos dois heats, meia final e final, e ainda uma bateria de “surf off” contra Pedro Henrique para decidir o campeão. O dia começou bem para o local desta praia, que tratou de eliminar Francisco Alves na segunda meia final.

Na final esteve taco a taco contra Zubizarreta mas no fim ficou a precisar de uma nota de 6.41 para virar o heat. Zé deu tudo o que tinha e no final, depois de remar muito para chegar ao pico, ainda apanhou uma onda que aparentava ter algum potencial mas ficaram a faltar mais secções e tempo para regressar ao outside.

Nesse momento tornou-se oficial que Pedro Henrique se sagrou campeão nacional de 2016, um título muito merecido que fica com um surfista que tem elevado o nível de surf no nosso país. Henrique faz assim dupla com a sua irmã, Carol Henrique, que mais cedo no ano venceu a categoria feminina do circuito, e é o quarto surfista de origem estrangeira, depois de Almir Salazar, Justin Muica e Guga Gouveia, a conseguir este prestigioso título na categoria masculina.

Comentários