Quando um video é publicado em quase todos os sites de renome internacional e tem um atleta do CT a promovê-lo no seu Facebook, podemos assumir que é um sucesso!

Foi exactamente o que aconteceu com a última produção de Pedro Boonman, “Mr. Boonman”, e que certamente viste aqui (mas que podes rever no final desta notícia caso tenhas andado a dormir!). Sites como a Surfer e STAB são apenas dois exemplos de sites de renome que publicaram “Mr. Boonman” e cá no “burgo” o vídeo do surista de Carcavelos não falhou um site.

Como sabes, “Mr. Boonman” mostra um Pedro Boonman não surfista com um sucesso construído à base de carros antigos e moda mas que de alguma forma se sente meio morto pois o surf nessa sua vida alternativa não existe… E é por isso que depois a produção arranca com o real Boonman!

Este pequeno guião não foi certamente o único motivo de sucesso de “Mr. Boonman” mas nada melhor do que falar com o protagonista principal para saber o que ele pensa sobre o sucesso do seu vídeo e já agora um pouco mais sobre a paixão (ou não) de carros e moda, e até do plano em que aparece com a cara em sangue.

Mr. Boonman, ao fim de uma semana do lançamento de “Mr. Boonman”, estás satisfeito com o alcance que este teve?
Estou muito satisfeito com o feedback do píblico e amigos. Recebi mensagens de toda a gente a dar-me os parabéns pela evolução e dedicação que tenho tido,  e acho que não poderia ter tido melhor destaque.

Como foi ter um surfista do CT, Bede Durbidge, a partilhar o teu vídeo no seu Facebook?
Nunca recebi partilhas de muita gente e desta não estava nada à espera. Ele já me tinha mandado uma mensagem no Instagram e depois, no dia a seguir, vi que tinha partilhado. Foi um gesto incrível da parte dele. É sempre bom ter uma partilha destas, mas não queria deixar de agradecer a todos os que partilharam, em especial ao Nicolau (Von Rupp), Francisco Alves e Pedro Coelho.

O-Sucesso-de-Mr-Boonman-03

Carcavelos é uma das várias praias que aparecem em “Mr. Boonman” e onde o surfista mosta não só a sua mestria no seus tubos como o seu surf aéreo. Photo by Jorge Matreno (ONFIRE Surf 73 | Fev-Mar 2015)

Na tua opinião, quais os principais ingredientes para um vídeo vingar nos dias de hoje, como aconteceu com “Mr. Boonman”, uma vez que são vários os clips que são lançados diariamente?
Esse foi sempre um dos meus medos para o lancamento deste vídeo. Todos os dias são lancados vídeos incriveis com um potencial gigante e não queria de todo ficar de fora estando quase há um ano ano e meio a trabalhar para este. Mas penso que o principal ingrediente seja a “espera”, porque quem espera sempre alcança…

Falando um pouco mais sobre a produção de “Mr. Boonman”. A sua abertura envolveu uma produção muito diferente do filmar surf. Como foi essa transformação de Boonman em Mr. Boonman?
Esta produção, feita pelo Carlos Pinto e Joana Barrios, nasceu de uma entrevista para a ONFIRE, e durante essa a White Flag Productions, a produtora de “Mr. Boonman”, aproveitou para filmar. Acabámos por chegar à conclusão que encaixava perfeitamente no programa deste “Mr. Boonman”.

 


“Talvez tenham sido os piores três dias da minha vida porque não conseguia dormir, respirar e comer. E o pior é que dessa sessão, em que procuravamos filmar surf performance, só se aproveitou mesmo isso eheh.”


 


Mr. Boonman gosta de carros clássicos e moda. Qual seria o carro de Mr. Boonman e o seu estilo caso este fosse uma realidade?
Ahahah, se tivesse oportunidade de escolher um carro clássico seria um Buick Super Roadmaster 1956. O meu estilo seria com cabelo para trás devido às montanhas de gel e sem dúvida e uma camisas como a que utilizei na produção ??.

Um dos pontos de foco de “Mr. Boonman” é a variedade de ângulos usados. Qual a importância para ti desta diversidade na qualidade final de uma produção?
Acho que a utilização destes ângulos todos fizeram com que este clip ficasse com outro nível, porque se formos a ver não são todos os vídeos que têm filmagens de drone – desde já um muito obrigado à Máquina Voadora, que se associou à White Flag Productions para esta produção -, dentro de água, de terra, e de Go Pro. E acho que isso mostra uma produção completa.

O-Sucesso-de-Mr-Boonman-01

Pedro Boonman num canudo perfeito nos arredores da Nazaré, uma outra praia muito presente em “Mr. Boonman”. Photo by Jorge Matreno

Depois do lançamento de “Mr. Boonman” lançaste ainda nas tuas redes sociais uma onda que não entrou no filme. Ficaram muitas de fora?
É verdade, muitas ondas ficaram de fora, ondas essas que até queria ter posto. Essa onda que meti nas minhas redes socias talvez tenho sido, aliás, foi a onda do Inverno passado para mim. Caso tivesse saído acho que tinha sido um 10! E são essas ondas que eu procuro neste momento que fazem a diferença.

Se pudesses escolher uma onda apenas de Mr. Boonman como a tua preferida qual escolhias?
Tenho várias mas talvez a última onda do vídeo. Foi um dia incrível em Carcavelos em que eu estava muito atrás no pico e quando meti para dentro parece que parei no tempo, porque estava tão deep e o tubo era tão escuro que mesmo com os olhos abertos quase que não vi nada. E foi um daqueles tubos que eu pensei que em filmagem não ficava nada de especial, mas quando sai cá para fora e vi fiquei maluco.

Qual a coisa mais difícil durante a produção de Mr. Boonman?
Foi o que referi na primeira pergunta, nunca pensei que um bom vídeo demorasse assim tanto tempo. Eu sou uma pessoa ansiosa e ouve ali momentos que tive discordâncias com a White Flag. Eu queria lançar e eles diziam que não estava na altura eheh. Esta situção aconteceu umas quantas vezes, mas no final de tudo tenho de agradecer essa espera porque valeu muito a pena. Aliás, a primeira onda que aparece no vídeo foi filmada muito pouco antes do o fecharmos e essa era uma obrigatória pois é um tubão num slab filmado de dentro de água, um bom exemplo de que foi uma aposta certa esperar eheh.

O-Sucesso-de-Mr-Boonman-02

O mais fácil para Pedro Boonman nesta produção foi sentar-se a ver o resultado final. Nessa viu-se a dar tubos, aéreos e pauladas precisas como esta. Photo by Jorge Matreno

E a mais fácil?
A mais fácil foi sentar e ver o vídeo, que me tripei todo e é um orgulho ver este ano e meio traduzido em 4 minutos!

Qual a história por trás daquele plano em que estás com a cara cheia de sangue?
Nem eu sei bem, foi uma queda em que bati com o nariz, e não me apercebi que tinha sido com imensa força porque me pareceu normal. Não parava de deitar sangue, e andei a surfada todo a deitar imenso sangue a pensar que ia estancar mas não estancou. Há noite fui para o hospital e tive de andar com dois tubos gigantes (quase de um tamanho de um braço) enfiado no nariz durante 72 horas. Talvez tenham sido os piores três dias da minha vida porque não conseguia dormir, respirar e comer. E o pior é que dessa sessão, em que procuravamos filmar surf performance, só se aproveitou mesmo isso eheh.

A pergunta clássica, o que esperar de Pedro Boonman, para este ano?
Espero poder continuar com este meu sonho em busca das melhores ondas e tentar lancar videos como este. Mas a seu tempo irão ver o projecto que irei lançar…

Para terminar, Mr. Boonman voltará numa próxima produção?
Uma não, VÁRIAS se Deus quiser!!!

(Mr. Boonman)

Comentários

Os comentários estão fechados.