O regresso do Full Deck?

publicado há 1 ano por 2

O-REGRESSO-DO-FULL-DECK

Mais de 90% dos surfistas usam “decks”,em vez de wax, como modo de tracção do pé de trás nas suas pranchas. Há quem use wax de ponta a ponta e nos anos 80 e 90 não era invulgar usar-se “full decks”, um deck mais comprido que dava para toda a prancha.

Grandes surfistas da época, como os campeões do mundo da ASP (actual WSL) Damien Hardman e Barton Lynch, tinham “Pro Models” com os seus patrocinadores que incluíam full decks e mesmo nomes fora do espectro competitivo como o “rebelde sem causa” da época, Christian Fletcher, usava deck à frente e tinha um modelo próprio na marca do seu pai, a mítica “Astrodeck” e até a versão pirata da marca, que existia no Brasil (e era também exportada para Portugal) tinha vários modelos “full”.

full-deck

A sua utilização tinha alguma lógica já que poupava o trabalho de ter wax sempre em condições independentemente da temperatura da água. Um full deck custava (+ ou -) o dobro de um deck normal, o que fazia dele uma opção mais dispendiosa dependendo do tempo que prancha durava.

Mas o fim do full deck não foi uma questão financeira mas sim de imagem. Tal como o nose guard, outro produto da mesma época que quase todos os surfistas usavam, ter deck à frente deixou de ser “cool” e caiu em desuso. As marcas deixaram de ter decks completos nas suas gamas, excepto em casos pontuais e principalmente para SUP e longboards.

Até que, recentemente, o full deck começou a ser avistado novamente. Julian Wilson lançou um vídeo a surfar de full e em certas zonas da Califórnia já se começa a ver cada vez mais pranchas com esses decks. Tanto que a marca Octopus fez recentemente um vídeo a promover o seu modelo de full deck, com surfistas como Bobby Martinez, Dylan Graves e muitos outros a usar o mesmo.

Será um revival do full deck?

Comentários

  1. yo diz:

    Não foi só uma questão de imagem… o “peso” de um full deck molhado na era das pranchas com fibragens ultra-leves (e ultra merdosas) também influenciou o fim do full deck. Pessoalmente nunca gostei, sempre preferi o wax.

    • Obrigado pelo comentário. É verdade, o full deck tinha mais uma série de desvantagens, incluindo o peso. Mas acreditamos que tal como o nose guard, que na nossa opinião deveria ser obrigatório, saiu um pouco de moda. Pode ser que volte…