Durante os anos 90 os surfistas portugueses começaram a apostar no circuito mundial mas só fim da década começaram a surgir surfistas com potencial de se dar bem no circuito. Na década seguinte finalmente vieram resultados realmente expressivos e a qualificação para o Championship Tour. Fica a conhecer o percurso do surf português desde entre 2000 e 2009…

2000
Eventos realizados em Portugal:
Gaia Shopping Buondi Pro | Gaia | 3 estrelas | Vencedor – Tiago Pires
Algarve Millennium Pro | Praia do Amado | 6 estrelas | Vencedor – Marcelo Nunes
O’Neill NTC Pro | Ribeira D’Ilhas | 4 estrelas | Vencedor – Zane Harrison
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 1º lugar no Gaia Shopping Buondi Pro (3 estrelas), 2º lugar no Rip Curl World Cup (6 estrelas)
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 27º
Ruben Gonzalez – 221º
David Luis – 253º

No seu primeiro ano a sério Tiago Pires estreou-se nas vitórias, entrando para a história como o primeiro português a vencer uma prova QS e quase entrou no Championship Tour. Na última prova, o Rip Curl World Cup, realizado em Sunset, Havai, o luso ganhou reconhecimento internacional ao ficar muito perto de vencer a prova. A escassos pontos do primeiro lugar, Tiago precisava de ter vencido para garantir a qualificação e mesmo não tendo conseguido virou herói nacional.

 

2001
Eventos realizados em Portugal:
Rip Curl Series | Peniche | 1 estrela | Vencedor – Eneko Acero
Caparica Pro | Costa da Caparica | 1 estrela | Vencedor – Eneko Acero
Gaia Shopping Buondi Pro | Gaia | 1 estrela | Vencedor – José Gregório
Beach Games | Praia Grande | 1 estrela | Vencedor – Justin Mujica
Beach Games | Moledo | 1 estrela | Sem vencedor
Ericeira Surf Classic | Ribeira D’Ilhas | 6 estrelas | Vencedor – Taj Burrow
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 4º lugar no Reef Brazil Classic (3 estrelas),
José Gregório – 1º lugar no Gaia Shopping Buondi Pro (1 estrela), 2º lugar no Canarian Arena Publicidad Series (1 estrela), 4º lugar no Rip Curl Series (1 estrela)
Justin Mujica – 1º lugar no Beach Games da Praia Grande (1 estrela)
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 64º
Justin Mujica – 161º
David Luis – 180º

Este foi o ano em que mais portugueses descobriram o caminho para as vitórias, apesar de terem sido em provas de menor expressão. Já Tiago Pires abriu o ano com uma final no Brasil mas acabou por ter o que seria o seu segundo pior ano da década no QS.

 

2002
Eventos realizados em Portugal:
Rip Curl Series | Peniche | 1 estrela | Vencedor – Pablo Solar
Caparica Pro Am | Costa da Caparica | 1 estrela | Vencedor – Pablo Guiterrez
Buondi Pro | Praia do Amado | 1 estrela | Vencedor – Eric Rebiere
O’Neill Yorn Pro | Ribeira D’Ilhas | 6 estrelas | Vencedor – Chris Ward
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 1º lugar no Irago Pro by Billabong (5 estrelas), 5º lugar no Orange Lacanau/Gotcha Pro (6 estrelas),
Justin Mujica – 1º lugar no Arnette Goanna Pro Am (2 estrelas), 2º lugar no Ferrol Terra Pantin Surf Classic (2 estrelas),
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 27º
Justin Mujica – 113º
José Gregório – 114º

Tiago Pires voltou à carga com a primeira vitória portuguesa numa prova 5 estrelas e, com mais alguns resultados sólidos, acabou mais uma vez bem perto da qualificação para o Championship Tour.

 

2003
Eventos realizados em Portugal:
Rip Curl Series | Peniche | 1 estrela | Vencedor – Frederic Robin
Buondi Polen Caparica Pro| Costa da Caparica | 1 estrela | Vencedor – Patrick Beven
Beach Games | Vimeiro | 1 estrela | Vencedor – Pablo Solar
Super Bock Amado Pro | Praia do Amado | 1 estrela | Vencedor – Iker Fuentes
Beach Games | Afife | 1 estrela | Vencedor – Ruben Gonzalez
Ericeira Pro | Ribeira D’Ilhas | 3 estrelas | Vencedor – Russel Winter
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 2º lugar no Ericeira Pro (3 estrelas), 5º lugar no Billabong Tahara Pro (6 estrelas),
Justin Mujica – 1º lugar no O’Neill Trophy (1 estrela)
Guga Gouveia – 2º lugar no Super Bock Amado Pro (1 estrela),
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 27º
Justin Mujica – 141º
José Gregório – 156º

Com mais alguns resultados sólidos, Tiago Pires terminou pela 3º vez em 4 anos na 27º posição do ranking, ficando a precisar de mais um par de fases finais para entrar na elite do surf mundial.

 

2004
Eventos realizados em Portugal:
Rip Curl Series | Peniche | 1 estrela | Vencedor – Tim Boal
Buondi Caparica Pro | Costa da Caparica | 1 estrela | Vencedor – Ruben Gonzalez
Super Bock Amado Pro | Praia do Amado | 1 estrela | Vencedor – Justin Mujica
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 2º lugar no O’Neill Pro (5 estrelas), 5º lugar no Tahara Pro by Billabong (5 estrelas), 4º lugar no Ocean & Earth Pro (2 estrelas), 2º lugar no Super Bock Amado Pro (1 estrela),
Justin Mujica – 4º lugar no La Santa Surf Rip Curl Pro (4 estrelas), 1º lugar no Goanna Pro (1 estrela), 1º lugar no Super Bock Amado Pro (1 estrela), 2º lugar no Pays de la Loire Surf Pro (2 estrelas),
Ruben Gonzalez – 1º Buondi Caparica Pro (1 estrela), 2º lugar no Rip Curl Series (1 estrela)
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 30º
Justin Mujica – 105º
Ruben Gonzalez – 188º

Um ano com bons resultados para os portugueses em provas mais pequenas e algumas classificações fortes para Tiago Pires, o que o deixou mais uma vez à porta do CT.

 

2005
Eventos realizados em Portugal:
Rip Curl Pro Peniche | Peniche | 1 estrela | Vencedor – Tânio Barreto
Super Bock Amado Pro | Praia do Amado | 3 estrela | Vencedor – Marlon Lipke*
Buondi Billabong Pro | Ribeira D’Ilhas | 6 estrelas | Vencedor – Tiago Pires
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 1º lugar no Buondi Billabong Pro (6 estrelas), 4º lugar no O’Neill Coldwater Classic (4 estrelas), 13º lugar no Billabong Monster Energy Pro (4 estrelas)
Justin Mujica – 2º lugar no La Santa Surf Pro/La Caja Canaria (4 estrelas), 3º lugar no Goanna Pro (1 estrela), 3º lugar no Rip Curl Pro Peniche (1 estrela),
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 19º
Justin Mujica – 75º
Ruben Gonzalez – 149º

Com uma vitória em Ribeira D’Ilhas Tiago Pires acabou na sua melhor posição de sempre no ranking mas acabou por ser, mais uma vez, insuficiente para a qualificação. Justin Mujica também conseguiu alguns resultados fortes e acabou na melhor posição da sua carreira enquanto que *Marlon Lipke começou a dar que falar no circuito mas na época competia pela Alemanha.

 

2006
Eventos realizados em Portugal:
Super Bock Amado Pro | Praia do Amado | 1 estrela | Vencedor – Joan Duru
Buondi Billabong Pro | Ribeira D’Ilhas | 5 estrelas | Vencedor – Tiago Pires
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 1º lugar no Buondi Billabong Pro (5 estrelas), 9º lugar no Vodafone Open Billabong (4 estrelas)
Justin Mujica – 1º lugar no O’Neill Trophy /La Caja de Canarias (2 estrelas), 2º lugar no Super Bock Amado Pro (1 estrelas)
Ruben Gonzalez – 1º lugar no Goanna Tapia Pro (1 estrela), 4º lugar no Super Bock Amado Pro (1 estrela),
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 34º
Justin Mujica – 79º
Ruben Gonzalez – 121º

O destaque do ano foi novamente Tiago Pires, que venceu novamente a prova de Ribeira D’Ilhas e colocou-se na disputa por uma vaga no CT. Mas teria que esperar mais um ano…

 

2007
Eventos realizados em Portugal:
Rip Curl Pro Peniche | Peniche | 1 estrela | Vencedor – Marlon Lipke
Super Bock Pro | Cordoama | 1 estrela | Vencedor – Eric Rebiere
Buondi Billabong Pro | Ribeira D’Ilhas | 6 estrelas | Vencedor – Jeremy Flores
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 2º lugar no Drug Aware Pro Margaret RiverPro (6 estrelas), 3º lugar no The Mr Price Pro (6 estrelas), 5º lugar no Yumeya Billabong Pro Tahara (6 estrelas), 9º lugar no Mormaii Costão Pro (6 estrelas), 9º lugar no Hot Tuna Central Coast Pro (4 estrelas),
Justin Mujica – 5º lugar no La Caja de Canarias La Santa Surf (6 estrelas),
Ruben Gonzalez – 5º lugar no Estoril Coast Pro (3 estrelas),
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 5º
Justin Mujica – 95º
Ruben Gonzalez – 161º

Este foi o ano em que tudo bateu certo e Tiago Pires liderou o ranking do circuito QS durante uma boa parte do ano. Resultados fortíssimos na Austrália, África do Sul, Japão e Brasil garantiram a primeira qualificação portuguesa para o Championship Tour.

 

2008
Eventos realizados em Portugal:
Super Bock Pro | Cordoama | 1 estrela | Vencedor – Pablo Guiterrez
Buondi Billabong Pro | Ribeira D’Ilhas | 6 estrelas | Vencedor – Phillip McDonald
Estoril Coast Pro | Carcavelos | 6 estrela | Vencedor – Jean da Silva
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 3º lugar no Quiksilver Pro Durban (6 estrelas), 5º lugar no Maldives SriLankan Airlines Pro (6 estrelas), 5º lugar no Sooruz Lacanau Pro (6 estrelas), 3º lugar no Estoril Coast Pro (6 estrelas)
Eduardo Fernandes – 2º lugar no Super Bock Pro (1 estrela)
Edgar Nozes – 3º lugar no Goanna Pro (1 estrela)
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Tiago Pires – 13º
Ruben Gonzalez – 114º
Justin Mujica – 135º

Apesar de ter feito bons resultados no CT, foi via QS que Tiago Pires se garantiu no tour do ano seguinte, com uma série de resultados sólidos.

 

2009
Eventos realizados em Portugal:
Estoril Coast Pro | Carcavelos | 6 estrelas | Vencedor – Alejo Muniz
Super Bock Pro | Cordoama | 1 estrela | Vencedor – Gordon Fontaine
Açores Pro | São Miguel | 6 estrelas | Vencedor – Willian Cardoso
Destaques portugueses:
Tiago Pires – 3º lugar no Açores Pro (6 estrelas)
Ruben Gonzalez – 5º lugar no La Caja de Canarias, Ocean & Earth Pro (2 estrelas),
Melhores posições portuguesas no ranking QS:
Ruben Gonzalez – 101º
Justin Mujica – 103º
João Guedes – 126º

Pela primeira vez desde o início da sua carreira, Tiago Pires deixou o circuito QS praticamente de lado para dedicar ao Championship Tour, conseguindo a qualificação por aí. Outros surfistas portugueses, como Ruben Gonzalez, Justin Mujica e João Guedes dedicaram-se ao circuito de qualificação e acabaram à porta do top100.

 

Mais conteúdos “À Porta do Olimpo” AQUI!

Comentários