Nuno Santos fala sobre a experiência de surfar na SnowDonia | Mini-Entrevista

publicado há 10 meses por 0

NUNO-SANTOS-NA-SNOWDONIA-MINI-ENTREVISTA

Todos os surfistas sonham em fazer ondas numa piscina, mas será mesmo uma experiência de sonho? Quase todas as imagens que são divulgadas pelas pela WaveGarden e Kelly Slater Wave Co são de ondas surfadas por profissionais do mais alto nível mas será que as ondas são boas também para o surfista “normal”? A ONFIRE entrou em contacto com Nuno Santos, o “Country Manager” da marca O’Neill em Portugal, que nos contou como foi a sua aventura na SurfSnowdonia, a primeira piscina aberta ao público que usa a tecnologia WaveGarden.

Conta-nos as circunstâncias que proporcionaram a tua viagem à Snowdonia…
Todos os anos ocorre uma reunião de vendas da O’Neill Wetsuits e acontece sempre na Europa em diferentes países. Este ano essa reunião foi programada para SurfSnowDonia!

O que sabias desta piscina antes de ires?
Não sabia de nada, apenas tinha conhecimento pelos media e nada mais. Antes de ir vi no youtube alguns clips, apenas por curiosidade .

Como é para chegar lá?
Bem, não é nada fácil!! Posso mesmo dizer que é muito complicado. Tens duas opções: De avião até Manchester ou/e Liverpool e depois apanhas um comboio, mais autocarro e por fim táxi, o que dá, aproximadamente, 3 horas e 45 minutos. Tens, no entanto, que ser pontual entre o comboio e o autocarro, porque caso percas alguns minutos entre os diferentes transportes, a viagem pode exceder as 4 ou 5 horas.…
Apenas os ‘nuestros hermanos’ do Sul de Espanha fizeram este percurso de Manchester. Eu e os agentes de Bilbau, aterrámos em Londres e alugamos um carro. Foram 4 horas de Viagem. Fomos os primeiros a chegar…

Fala-nos do local em que a piscina está inserida.
O local é mágico! Está inserido na aldeia de Dolgarrog entre um vale de Conwy, mesmo na margem do parque nacional Snowdonia, no norte de Gales. É uma região repleta de vales muito arborizados, com lagos e estuários. O vale de Conwy é um local de eleição dos ingleses para uma escapadinha de fim de semana.

E custos?
Os custos no Surf Snowdonia são brutais! Desde alimentação à estadia, passando pelos packs de 30 minutos de surf, etc.. Não existem alternativas, só mesmo o SurfSnowdonia…

Que pranchas levaste?
Não levei nenhuma, vi que tinham algumas Matta Shapes para alugar assim como Firewire.

Conta como foi a experiência de surfar numa piscina?
Muita ansiedade, parecia um miúdo de 12 anos! Foi dado um briefing de 5 minutos, com a explicação de algumas regras de segurança e de posicionamento no line-up. Confesso que metade da informação não ouvi. A ansiedade era mais que muita!!! Ahahahah!

Como foram as tuas ondas?
As 4 primeiras ondas foram complicadas… isto porque a meio do take off estava sempre na espuma e não conseguia apanhar a parede da onda!! No entanto o Jorge Arrieta, que é experiente na WaveGarden, apercebeu-se e disse-me para apanhar a onda sempre com o ombro encostado na rede e a partir daí foi sempre a bombar !!!!

Qual é o tempo de intervalo entre ondas?
2 minutos.

Escolheste as esquerdas ou direitas?
Tu deslocas-te de um ponto para o outro, logo fazes esquerda e ao final de 2 minutos deslocas-te para o ponto inicial numa direita.

As esquerdas e direitas são iguais?
Copias Exactas!!

Tendo em conta esta experiência, achas que as piscinas de ondas poderão mudar alguma coisa no nosso desporto?
Bem, pessoalmente fiquei um pouco desiludido com o tipo de onda do SurfSnowdonia. No entanto quis perceber outro tipo de ondas… E ao comparar no youtube a WaveGarden, SurfSnowdonia, acho que o “Tio” Kelly (Slater) com esta experiência tentou fazer uma onda muito superior com muito mais consistência. E realmente as imagens da onda do Kelly falam por si mas acho que ainda estamos numa fase de embrionária no que diz respeito a piscinas de ondas!!

Sabemos que têm havido alguns problemas técnicos…
A Snowdonia já teve um problema grave pelo facto do crescimento dos limos e do aquecimento da máquina. No entanto o que se comenta é que esta tecnologia é recente e existem varias situações para aperfeiçoar. Na verdade, diariamente, o ‘coração’ da SurfSnowdonia prega diferentes partidas. Depois o piso é super escorregadio, dando grandes quedas no início. No final da sessão, quando despes o fato, tens limos em tudo que é sitio do corpo. Ahahahahaha!!!

Era uma surftrip que repetias?
Creio que não. O tipo de onda, a distância a que se encontra, clima pouco agradável aliados a alguma demora nos acessos não compensam a deslocação…

Comentários