Nuno Matta e Orlando Santos vão actuar como “artistas de rua” numa performance ao vivo que irá juntar um shaper e um músico. Será no dia 28 de Setembro, quinta feira, pelas 18h00 na Ribeira das Naus, Cais do Sodré.

Num local completamente reabilitado, o antigo estaleiro de construção de naus portuguesas, é hoje um dos espaços mais interessantes de Lisboa. Com um quiosque e uma esplanada, a Ribeira das Naus é também conhecida pela incrível vista para o rio Tejo e o pôr do sol mais impressionante da cidade.

A performance destes dois artistas irá com certeza surpreender e tornar o final de dia na Ribeira das Naus num acontecimento único.

Sobre Nuno Matta…

Nuno Matta foi um dos melhores surfistas de Portugal dos anos 90, disputando títulos nacionais, além de muitos resultados no top 16 do circuito EPSA Europeu.

Enquanto ainda era competidor, começou a fazer o shape das suas próprias pranchas. Produto da sua paixão pelas ondas, com muita dedicação e uma compreensão profunda da relação entre o surfista, a prancha e a onda, começou a fazer os seus primeiros shapes. Mesmo antes que se apercebesse, a sua carreira como shaper começou a desenvolver-se muito rapidamente – enquanto ainda era um competidor feroz e o único surfista do circuito europeu que fazia as suas próprias pranchas.

O trabalho de Nuno foi notado e louvado a nível internacional, enquanto trabalhava com alguns dos melhores surfistas mundiais, teve ainda o privilégio e a oportunidade de trabalhar com alguns dos maiores mestres da arte do shape.

Sobre Orlando Santos…

Orlando Santos é um músico-compositor português, uma das melhores vozes masculinas nacionais.

Em 2017, Orlando prepara o lançamento do seu segundo álbum “Box of Light” onde explora novas sonoridades, ligadas à música Soul.

Orlando-e-nuno-matta

Detentor de uma criatividade espontânea emergente, Orlando conta com as suas influencias do Reggae, Blues e Soul para dar forma às suas criações, marcadas por palavras de esperança e amor.

Dono de um talento invulgar, é ao vivo que acontecem alguns dos seus momentos mais icónicos, marcados por interpretações únicas que tornam cada concerto único e irrepetível. Instrumentista e interprete, de originais e clássicos, é um dos raros músicos em Portugal a tocar de forma exímia a “slide guitar”, instrumento que lhe foi oferecido por Ben Harper após um concerto em Lisboa.

No primeiro álbum “My Soul”, editado pela Sony Music em 2013, reuniu um extraordinário lote de canções originais de influência reggae a que se juntou uma interpretação da canção “Rivers of Babylon”. dos míticos The Melodians.

Pelo caminho já vão mais de 20 anos de música ao vivo, e colaborações com outros projectos, músicos artistas que comprovam a sua versatilidade e vocação musical, com destaque para “Only Love”, álbum de originais My Soul- com Petaah Morgan, “6ª feira” – disco “Revistados” GNR – com Charlie Martinez, “Time Out” Branko, “Since you been gone” Orelha Negra, entre outros artistas como Valete, Cool Hipnoise, Kika Santos, ou Jim Barr (Portishead).

Comentários