Com o fim do ano a aproximar-se mais novidades começam a surgir no “mundo” das contratações e despedimentos. Fica com alguns dos mais recentes…

A grande novidade deste mês foi a contratação de Billy Kemper pela RVCA. O havaiano surfava pela Reef há vários anos mas, recentemente, a marca diminuiu o foco na linha de roupa e Billy foi uma das vítimas desta mudança. Felizmente o fundador da RVCA, PM Tenore, que conhece Kemper pessoalmente desde muito novo, estava atento e juntou-a à equipa.

Curiosamente muitas das outras novidades são de marcas de fatos, algo raro nestas épocas em que a maior parte dos surfistas são exclusivamente patrocinados por marcas de roupa. O australiano que estará de volta ao CT quando o tour regressar, Connor O’Leary, continua com o bico da sua prancha “livre” mas recentemente integrou-se na marca norte-americana de fatos, Matuse. Já Dane Reynolds, que andava a surfar com todo o tipo de fatos desde que saiu da Quiksilver, recusou várias propostas das marcas que lhe foram oferecendo fatos nos últimos anos até que decidiu criar a sua própria. Na verdade será uma linha de fatos dentro de uma marca que já existe, a Buell, um projecto que estará no mercado muito em breve.

Entretanto em Portugal, Marlon Lipke passou a fazer parte da equipa da marca de fatos holandesa SRFace mas não ficou por aí tendo acrescentado à sua lista de patrocínios também a bebida energética Silberpfeil e Garmin. Outro surfista que juntou mais um apoio de fora da indústria foi o brasileiro Peterson Crisanto, que passou a contar com a Construtora Pride para perseguir os seus objectivos.

Julian Wilson continua sem patrocínio principal mas há fortes suspeitas de que irá assinar um contrato para a temporada de 2021 com uma marca com quem já esteve envolvido no passado. Enquanto isso não acontece o australiano resolveu o seu caso com a Hurley fora dos tribunais, ficando assim oficialmente livre para assinar com outra marca.

Fica atento a mais novidades em breve…

 

Comentários