Depois da “razia” da equipa e funcionários da Hurley que aconteceu nos meses de Dezembro de 2019 e Janeiro de 2020, as novidades continuam e não são só más.

Lakey Peterson, uma surfista que liderou o Championship Tour de 2019 e levou a disputa até à ultima etapa, tinha sido despedida da Hurley, mas rapidamente voltou o ocupar o bico da sua prancha. O seu novo patrocinador é uma marca recente de surfwear feminino, a Sisstrevolution, uma marca que, curiosamente, também apoia Rose Machado, filha do mítico Rob Machado. Outra contratação recente foi a do super grom português, João Mendonça, que passou a usar exclusivamente pranchas Channel Islands, sendo patrocinado a nível europeu. Ainda em Portugal, Eduardo Fernandes assinou recentemente com a Ocean&Earth acessórios e já se encontra a “dar cartas” nas Canárias, com o seu novo patrocínio.

Entretanto a mão cheia de surfistas tiraram autocolantes que já usavam nas suas pranchas há muitos anos. Dusty Payne surfava para a Volcom desde os seus tempos de grom e recentemente deixou de fazer parte da equipa. O havaiano foi um dos mais mediáticos surfistas da sua geração e chegou a fazer parte do Championship Tour por alguns anos. No entanto os seus melhores anos parecem ter ficado para trás o que justifica, tendo em conta o estado da indústria, o seu despedimento. Por sua vez o português Vasco Ribeiro teve o seu melhor arranque de ano de sempre, com um 3º lugar na prova QS de Marrocos, mas já não foi como team rider da Red Bull, uma marca que o acompanhava também há muitos anos. Consta que também australiano Matt Wilkinson e a havaiana Alana Blanchard deixaram de fazer parte da Rip Curl, compondo os primeiros grandes despedimento depois da venda desta marca ao grupo Kathmandu, em Outubro de 2019. Mas talvez o mais surpreendente de todos foi o do Taj Burrow, que saiu da Billabong. O australiano foi um dos grandes nomes da marca durante quase 30 anos, até se reformar da competiação em 2017. Desde aí a marca aproveitou a sua disponibilidade para o enviar em algumas missões, mas esta longa parceria acabou de chegar ao fim.

Voltando ao famoso “caso Hurley”, começa a ser visível que a marca manteve, pelo menos para já, alguns surfistas. Além de Julian Wilson, Kolohe Andino e Filipe Toledo, também Kai Lenny, Koa Smith, Brett Simpson, se mantêm como patrocinados, alguns até com potencial de e manterem…

Mais novidades em breve…

Comentários