Depois do País Basco, Gales e Austin (Texas), a cidade australiana de Melbourne também recebe uma WaveGarden.

Depois do “hype” criado por Kelly Slater sobre o seu próprio conceito de “Wave Pools” seria de pensar que a sua marca aparecesse um pouco por todo o mundo, uma vez que aparenta ter uma tecnologia superior.

Mas o timing é importante também e o que é certo é que a tecnologia basca também é sólida, e foi lançada com quase 5 anos de avanço. Por isso não se deve estranhar que nesta primeira fase desta era em que as piscinas de ondas se estão a tornar num factor, a WaveGarden esteja a ganhar a primeira fase desta batalha.

Melbourne é a maior cidade, e capital, do estado de Victoria e conta com uma população de mais de 4.5 milhões de habitantes. Apesar de estar situada na costa, esta cidade está muito protegida de ondulações, ou não fosse lá que é situado o conhecido porto de Phillip Bay.

Para apanhar ondas boas os seus habitantes têm de se deslocar a locais como Torquay, que fica a cerca de 100 quilómetros. Apesar dessa distância, dentro da realidade da Austrália, ser considerada relativamente acessível, esta cidade ganha agora um novo pico, mais “à mão”.

Estima-se que esta que é a primeira piscina de ondas da Austrália, comece a funcionar no fim de 2017 e será construída em conjunto com outras piscinas, um restaurante, skate parque e trilhos para andar de bicicleta. Mais info em Urbansurf.com

Wave Garden 4 x Kelly Slater 1?

Comentários

Os comentários estão fechados.