Com o avançar do ano, as novidades vão sendo cada vez menos no que toca a patrocínios, mas ainda acontecem.

A mais surpreendente, pela positiva, foi a contratação de um surfista que tinha ficado sem um patrocinador de longa data há poucos meses, João Vidal. O surfista da Linha está em grande ascensão e não podia ter estreado o seu novo autocolante de melhor forma, com uma vitória no MOCHE Groms Cup da segunda etapa da Liga MEO Surf. Miguel assinou com a marca O’Neill, preenchendo assim novamente o nose da sua prancha.

Entretanto o talentoso surfista de Portimão, Francisco Duarte, deixou de fazer parte do team Hurley Portugal, depois de 2 anos a representar a marca no bico da sua prancha. Francisco está correntemente à procura de um patrocinador principal e tem como novo patrocinador a marca algarvia IODO e, segundo o que nos informou, está em vias de entrar na equipa Shapers Fins.

Também Mariana Rocha Assis tem boas novidades recentes pois juntou-se ao team MOCHE! O grom de S. João do Estoril, Lourenço Sousa passou a fazer parte do team da marca de fatos C-Skins e o actual líder da Liga MEO Surf, Gony Zubizarreta, passou a ser embaixador das lojas 58 Surf (mais novidades sobre esta contratação em breve).

A nível internacional uma das grandes novidades foi o facto do campeão mundial da WSL de 2015, Adriano de Souza, ter arranjado espaço na sua prancha para meter mais um autocolante. “Mineirinho” já contava com 12 logótipos na sua prancha (HD, Red Bull, OI, Channels Islands, Nosso Lar Imobiliária, G-Shock, Mini Kalzone, Oakley, Mistsubishi, Komunity Projecto, Nivana e Banana Wax) e agora reorganizou o seu espaço para encaixar a das sandálias Kenner!

Quem tem cada vez menos autocolantes na sua prancha é o surfista mais bem pago da actualidade, John John Florence. É o seu patrocinador principal, a Hurley, quem paga a mais elevada factura isolada de um surfista profissional da história do surf profissional e o havaiano ainda conta com a presença das marcas Stance, Futures, Nixon, Dakine and Pyzel surfboards. No entanto, desde que se tornou no mais mediático surfista do planeta deixou de ter o patrocínio de algumas marcas onde esteve muitos anos, como a VANS, SPY optics e, mais recentemente, a Monster Energy. No entanto mais uma marca entrou neste seu selecto grupo de patrocinadores, a Electric, que passou a ocupar um pequeno espaço na prancha do bicampeão mundial bem perto do deck e quilhas…

Comentários