Kelly Slater fala sobre a nota de Gabriel Medina

publicado há 4 meses por 1

kelly-slater-fala-sobre-a-nota-de-gabriel-medina

O heat entre Gabriel Medina e Tanner Gudauskas está a tornar-se num dos mais polémicos da história da WSL. E apesar de, no máximo, ter sido uma falha da parte dos júris, algo que é impossível não acontecer de tempos em tempos, muitos fãs de Medina (e não só) têm disparado teorias da conspiração em todas as direcções.

A maior parte são destinadas à WSL mas também John John Florence e Kelly Slater estão sobre ataque. Aparentemente o instagram de Slater tem estado a ser bombardeado por haters, ao ponto que o 11x campeão sentiu necessidade deixar a sua opinião sobre o tema via instagram, além de bloquear os seguidores mais agressivos.

Aqui vai o que eu penso sobre o heat entre Gabriel Medina e Tanner Gudauskas. A primeira onda de Tanner (8.5) foi a melhor onda heat, com mais variedade e atitude nas manobras. O Gabriel teve a melhor nota na primeira troca de ondas (8.83), o que eu achei que foi incorrecto tanto quando vi ao vivo como quando vi os replays mais tarde.

Isso criou um “andamento” estranho para o heat. A onda em que o Gabe teve 8.3 devia ter sido facilmente suficiente para o ficar com a liderança NESSA ALTURA. O Tanner tinha um 8.67 no meio do heat que achei que foi sobrevalorizado por mais de um ponto. Por isso quando fez a sua última onda devia estar em segundo a precisar de um 8 e meio. E ele surfou a onda muito bem.

ks-haters

Até Kelly Slater tem haters…

Eu sinto que o julgamento se perdeu na primeira troca de ondas. Na altura que o Gabby fez a sua onda boa (8.3) e não recebeu a nota toda a gente estava confundida, eu incluído. Independentemente do que cada um poderá pensar foi um heat próximo que poderia ter ido para qualquer lado. Eu também acho que as pessoas aproveitam essas oportunidades fáceis para fazer “grandes filmes” sobre coisas que não são muito importantes na realidade das suas vidas.

O nível a que as pessoas levaram isto é seriamente ridículo. Foi um heat que poderia ter ido para qualquer um deles. Na verdade três de nós que vamos a todos os eventos pontuámos mais tarde em casa e dava uma pequena liderança para o Tanner, tendo tudo em conta. A minha solução? Os júris não deviam ter capacidade de ouvir a situação do heat e aí sim, pontuariam de acordo mas mesmo assim eles estão a tentar decidir quem surfou a melhor bateria. Todos nós já tivemos heats renhidos que foram contra nós.

Aí está. E que continue a controvérsia (e os bloqueios)!

Comentários

  1. Só o Kelly Slater teve esta opinião. Todos os outros, inclusive os comentaristas da WSL e Mick Fanning, acham que a onda de Gabriel Medina foi muito superior a de Tanner Gudauskas.