Decorreu na passada sexta-feira, dia 6 de Outubro, o EuroSima Awards, um evento que destaca o que de melhor se faz no surf Europeu.

Apesar da ser visível uma forte influência francófona no evento e resultados, já houve, no passado, reconhecimento de um surfista português. Nicolau Von Rupp foi um dos mais mediáticos surfistas do planeta em 2013 e como tal recebeu o reconhecimento de “Surfer of the Year” pela EuroSima.

Outros surfistas portugueses “brilharam” desde aí, como Tiago Pires que estava a “dar cartas” pela Europa no Championship Tour, e Vasco Ribeiro que foi campeão Europeu e Mundial júnior em 2015, mas não foram reconhecidos pela entidade.

No entanto, em 2017 a campanha avassaladora de Frederico Morais no CT não deixou margens para dúvidas de que é, neste momento, o melhor surfista do velho continente no mais importante circuito de surf do planeta. Tendo isso em conta o prémio “Surfer of the Year” foi atribuído novamente a um surfista luso, enquanto que o mesmo prémio na categoria feminina foi para a francesa Johanne Defay.

O nosso “Freddy” já se encontrava por França na altura, pronto para competir no Quiksilver Pro France, e aceitou o prémio junto da sua família e amigos.

Comentários