Frederico Morais é o novo campeão da Liga MOCHE

publicado há 2 anos por 0

frederico-morais-campeao-liga-moche

Chegou ao fim a disputa pelo título mais importante do surf português, o de campeão da Liga MOCHE. Três surfistas destacavam-se no início do ano como principais candidatos à vitória neste circuito, Tiago Pires, Frederico Morais e Vasco Ribeiro.

E foi Morais quem começou “pior” dos três, com um terceiro lugar na etapa de Ribeira D’Ilhas, uma prova vencida por Tiago Pires, com Vasco Ribeiro em 2º. Seguiram-se as etapas da Costa da Caparica e do Porto, ambas vencidas por Morais, que chegou à Praia Grande, a quarta etapa do circuito, com hipóteses de vencer o título por antecipação.

Morais acabou por perder nos quartos de final, mas o mesmo aconteceu aos seus principais adversários, confirmando que apenas precisava de passar um heat para vencer o título.

Na última etapa, o Montepio Cascais Pro, realizado em Carcavelos, Morais precisava de melhorar o seu 5º lugar da etapa anterior, o que lhe garantiria o título independentemente dos resultados de Tiago Pires, o seu único adversário nesta disputa a esta altura. Por sua vez, Saca só tinha um resultado em mente, o 1º lugar, que poderia não ser suficiente para garantir o título, caso “Kikas” melhorasse a sua posição.

No primeiro dia de prova em Cascais ambos avançaram mas enquanto Morais fez a melhor onda do dia, Pires começou mal e só dominou a bateria no fim da mesma. No dia seguinte, Morais encontrou forte oposição da parte de Miguel Blanco, que venceu este confronto e deixou o líder do circuito em 2º e Miguel Madeira em 3º. Tiago venceu com facilidade, o que garantiu que os dois se encontrassem já no round de 16, num heat de 4 em que ainda estariam presentes os goofies João Kopke e Nicolau Von Rupp.

Depois de algumas horas de pausa no fim desta fase, enquanto se esperava que a maré vazasse um pouco, este 4º heat do round 3 entrou na água e poderia ter sido decidido o título logo aí caso Tiago Pires não avançasse. Mas aconteceu ao contrário, foi um heat de poucas ondas que em que Frederico foi eliminado por Tiago e Nicolau, o que fez com que a disputa ficasse fora das suas mãos.

No dia seguinte o mar não estava surfável em Carcavelos e a organização passou a prova para Santo Amaro de Oeiras. Tiago precisava de passar dois heats e vencer a final, mas logo na sua primeira bateria, foi eliminado por Eduardo Fernandes e com isso Morais sagrou-se campeão nacional da Liga MOCHE pela segunda vez na sua carreita! Parabéns!!!

Comentários