Em 2004 a ONFIRE estava no seu segundo ano de existência e na edição número #8, Março/Abril, tínhamos um DVD para oferecer a cerca de 1.000 leitores. No entanto, em vez de ser uma oferta em capa, o filme seria enviado por correio para quem enviasse um email com a sua morada.

Aproveitando este oportunidade única de contacto com uma boa amostra dos surfistas portugueses, pedimos também que nos dissessem quem eram os seus 10 surfistas nacionais favoritos. E assim saiu a primeira e única “ONFIRE Poll”, algo que a nossa concorrência tinha feito uns anos antes no nosso país e a Surfer Magazine fez a nível mundial desde os anos 60, até 2018.

Vivia-se uma fase de mudança de guarda, a Geração de Ouro do surf português ainda estava muito forte, colocando 5 surfistas (Gregório, Antunes, do Bairro, Anastácio e Dapin) no top10, enquanto que a geração seguinte, a chamada Geração Esperanças ou Geração Lightning Bolt ainda estava a tentar “furar”. A única presença fora destas gerações foi Justin Mujica, que tinha chegado uns anos antes da Venezuela mas rapidamente se tornou num dos surfistas preferidos dos portugueses.

Mas claro, quem roubou o espectáculo foi Tiago Pires que, apesar de ser o mais novo deste top10, venceu por uma margem altíssima. Saca tinha-se estabelecido não apenas como o melhor surfista da época mas sim como alguém que iria mudar para sempre a cara do surf português e o reconhecimento do público era visível.

A lista:

1º lugar – Tiago Pires
2º lugar – José Gregório
3º lugar – Ruben Gonzalez
4º lugar – Justin Mujica
5º lugar – João Antunes
6º lugar – Paulo do Bairro
7º lugar – David Luís
8º lugar – Nuno Telmo
9º lugar – Marcos Anastácio
10º lugar – João Alexandre “Dapin”

Também mencionado no artigo foram os seguintes surfistas:

11º lugar – João Guedes
12º lugar – Jó Bento
13º lugar – Rodrigo Herédia
14º lugar – Aécio Flavio
15º lugar – Alexandre Ferreira “Xaninho”
16º lugar – Guga Gouveia

 

Comentários