Como diz o velho provérbio, filho de peixe sabe nadar. É natural que a grande maioria dos surfistas de segunda geração consigam atingir níveis de surf bastante altos pelas facilidades proporcionadas pelos seus progenitores. No entanto, em muitos casos pode observar-se que o talento para o surf não é genético e são raros os casos em que os filhos de surfistas profissionais que conseguem seguir a mesmo percurso que os seus pais. Mas não há dúvida que para os que são realmente talentosos o caminho fica muito mais facilitado. Fica a conhecer 5 duplas pai/filho que são patrocinados pela mesma marca.

 

Shane Dorian & Jackson Dorian

Shane faz parte da “casa” Billabong quase desde a adolescência e hoje em dia, mais de uma década depois de sair do CT, continua a ser uma das figuras mais importantes da marca. Jackson, o seu filho, tem aparecido aos poucos ao longo dos anos mas recentemente ganhou mais expressão com alguns vídeos e uma visita à Kelly Slater Wave Co. Pouco depois a Billabong oficializou o seu patrocínio, juntando Jackson Dorian ao team.

 

Mark Occhilupo & Jay Occhilupo

Occy não só é o mais antigo surfista na Billabong, como o surfista patrocinado há mais tempo pela mesma marca na história da indústria do surf. O seu filho Jay faz surf desde os dois anos e apesar de ser regular, ao contrário do seu pai, mostrou algum talento desde bastante jovem. Aos 11 anos foi contratado pela Billabong e hoje, com 14, é sempre um dos destaques na água em picos como Snapper e Duranbah.

 

Tom Curren & Pat Curren

Antes de Kelly Slater, Tom era considerado o melhor de todos os tempos. O 3x campeão do mundo esteve grande parte da sua carreira na Rip Curl e apesar de ter passado por outras ao longo do seu percurso, voltou a ser 100% “Rip” há muitos anos. A sua primeira geração de filhos, Nathan e Lee-Ann cresceram em França e foram “absorvidos” pela Quiksilver e Roxy. Já a sua segunda geração cresceu na Califórnia e Patrick e com 14 anos foi considerado pela SURFER Mag como um dos 20 melhores surfistas do planeta na sua faixa etária, tendo terminado à frente de nomes como Kai Hing e Griffin Colapinto. Desde aí o seu impacto no meio do surf foi pequeno mas mesmo assim hoje em dia, continua como patrocinado da Rip Curl.

 

Fábio Gouveia & Ian Gouveia

A seguir ao patrocínio de Occy na Billabong, está provavelmente o de Fábio Gouveia na Hang Loose. A ligação entre Gouveia e a Hang Loose está perto de fazer 30 anos, enquanto que Ian, que tem 25 anos, usa o logótipo da marca na sua prancha desde muito pequeno. Fábio e Ian são também uma de apenas duas duplas pai e filho a terem feito parte do CT, algo que apenas Dino e Kolohe Andino tinham conseguido anteriormente.

 

Matt Archbold & Ford Archbold

Matt e o seu filho Ford não poderia ser mais diferentes. Matt, ou “Archy”, como era conhecido anteriormente, foi um dos melhores free surfers da sua época, sendo também um dos mais mediáticos e idolatrados nomes dos anos 90. Ford só toca no seu pai pela falta de competitividade e por também ser free surfer mas o seu estilo de surf em nada lembra o seu progenitor. Depois de muitos anos na Gotcha, Matt andou a “saltitar” entre marcas durante alguns anos, tendo eventualmente “aterrado” na RVCA. Não sabemos se Ford é mais antigo ou mais recente na marca, mas também faz parte da equipa e regularmente lança as suas produções de vídeo com o seu estilo “alternativo”.

 

Mais conteúdos “Curiosidades Surfisticas” AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.