O circuito de qualificação de 2017 já chegou ao fim e o Championship Tour da WSL de 2018 já tem alguns nomes novos confirmados. Fica a conhecer os novos surfistas do mais importante circuito de surf do mundo!

Nome: Willian Cardoso
Idade: 31
Local: Joinville, Santa Catarina, Brasil
Patrocínios: Santacosta, Brava Açai, Das Antiga, Janga Wetsuits, Jam Traction, Snappy Surfboards

Resultados em 2017: 2º lugar Ballito Pro (QS 10.000), 5º lugar EDP Billabong Pro Cascais (QS 10.000), 5º lugar Maitland & Port Stephens Toyota Pro (QS 6.000), 25º lugar Hawaiian Pro (QS 10.000), 17º lugar Azores Airlines Pro (QS 6.000)

Aos 31 anos, Willian é o rookie mais velho desde Pancho Sullivan, que em 2015 se qualificou para o tour aos 32 anos! Surfistas como Dave Macaulay e Martin Potter largaram as suas vagas aos 28 e 29 anos, sentindo-se muito velhos para competir com as novas gerações e optando por sair do topo. Mas os tempos mudaram e a qualificação de “Panda” mostram uma história de muita força de vontade e perseverança durante quase uma década de tour. Willian venceu, perdeu, teve lesões, perdeu patrocínios mas não abandonou o sonho.

Cardoso esteve tão perto que entre 2012 e 2013 competiu em seis etapas do Championship Tour, numa delas, Bells Beach, “deu cartas”, terminando em 5º lugar. Provavelmente também o surfista mais pesado do tour, Willian sabe usar bem a sua dimensão para capitalizar no power surfing, algo que é sempre valioso no CT. A sua entrada é uma das mais celebradas pelos seus “pares” no tour, principalmente pelo contingente brasileiro.

O que se deve esperar em 2018?

Bons resultados nas ondas em que o Panda tem espaço para esbanjar o seu power e libertar muita água nas manobras. Snapper, Bells, Jeffreys e até Keramas poderão ser boas etapas para o brasileiro. Nas outras terá ainda que mostrar o que vale, mas tem potencial de fazer um bom ano entre a elite do surf mundial.

Probabilidade de ficar nos 22 primeiros do ranking em 2018: Sólida

 

Comentários