O circuito de qualificação ainda não chegou ao fim mas o Championship Tour da WSL de 2017 já tem alguns nomes novos confirmados. Fica a conhecer os novos surfistas do mais importante circuito de surf do mundo!

Nome: Joan Duru
Idade: 27
Local: Capbreton, França
Patrocínios: Volcom, Vans

Resultados em 2016: 2º lugar Ballito Pro (QS 10.000), 5º lugar Billabong Cascais Pro (QS 10.000), 7º lugar Hawaiian Pro (QS 10.000), 5º lugar Maitlan & Port Stephens Toyota Pro (QS 6.000), 9º Pantin Classic Galicia Pro (QS 6.000)

Joan é o primeiro de uma terceira geração de surfistas europeus a conseguir a qualificação para o Championship Tour. A primeira foi um one man show, com Russel Winter, seguida de uma vaga que vai desde Eric Rebiere, passa por Tiago Pires, Miky Picon, Marlon Lipke, Aritz Aramburu (entre outros) e chega a dois nomes que ainda estão no tour, Jeremy Flores e Michel Bourez. Desde aí viu-se um gap que só começa a ser preenchido hoje com a geração de Duru, onde estão incluídos outros grandes nomes como Frederico Morais, Marc Lacomare, Vasco Ribeiro, Charly Martin e mais.

Em 2009 Duru quase entrou no CT, ficando tão perto que chegou a ter vagas para competir em dois eventos, Teahupoo e Jeffreys Bay. Os anos que se seguiram foram de grande quebra no ranking mas, em 2014, Joan recuperou e começou a dar cartas novamente, terminando em 20º e 27º (2014 e 2015). Este ano parece ter-se tornado num dos competidores mais completos do circuito e, à semalhança de Connor O’Leary, conseguiu bons resultados um pouco por todo o tour e qualificou-se com distinção!

O que se deve esperar em 2017?

Com tantos anos a viajar pelo mundo é provável que já conheça bem a maior parte das paragens do Championship Tour. O seu backside é a sua maior arma, mas também é forte de frontside e um bom tube rider. Duru é um surfista cheio de garra e depois de trabalhar tanto para chegar à elite não vai abdicar da sua vaga com facilidade. Pode-se esperar bons resultados em Snapper, Bells Beach, Jeffreys Bay, Fiji e, principalmente, em França!

Probabilidade de ficar nos 22 primeiros do ranking de 2017: Razoável

Comentários

Os comentários estão fechados.