A duas etapas de 10.000 pontos do fim do circuito de qualificação muita coisa ainda pode mudar, mas alguns surfistas já estão garantidos no CT de 2016. Fica a conhecer as novas caras do mais importante circuito de surf do mundo!

Nome: Jack Freestone
Idade: 23
Local: Gold Coast, Austrália
Patrocínios: Billabong, Rockstar, VonZipper, Nixon, DHD, Kinetic, Modom

Resultados em 2015: 1º lugar Sata Azores Pro, 3º lugar Oi HD São Paulo Open, 2º lugar Burton Automotive Pro, 9º lugar Oakley Lowers Pro, 17º lugar Allianz Billabong Pro Cascais

Jack, juntamente com Joel Parkinson e Pablo Paulino, pertence a uma elite de apenas três surfistas contam com dois títulos mundiais júnior da WSL. Freestone era a grande esperança australiana mas demorou mais do que se esperava a qualficar-se para o WCT. O namorado de Alana teve de assistir nos últimos anos alguns talentos de que não se esperava tanto entrar à sua frente, o que parece ter alimentado a sua vontade de se qualificar.

Este ano entrou com tudo e chaga ao Havai numa posição muito confortável o que lhe permite aproveitar os eventos da Vans Triple Crown apenas para a ganhar experiência. A sua vitória nos Açores foi o ponto de viragem já que a partir daí foi rápido até estar confirmado. A sua “ascensão” vem mesmo a calhar para o seu patrocinador, a Billabong, cujo team no Championship Tour tem estado a emagrecer ao longo dos anos e precisava de sangue novo na elite!

O que se deve esperar em 2016?

Tudo e nada! Jack é mais ou menos da geração de Medina e Toledo e até John John mas ainda não mostrou o que vale em muitas das mais dificeis ondas do tour. Tudo indica que o jovem aussie até está preparado para o CT mas poderá ter de passar por uma fase de adaptação até fazer estragos e lutar por um lugar cimeiro no ranking. Ou poderá fazer um ano “à lá Ítalo”, em que surpreende tudo e todos e posiciona-se logo como uma figura de topo!

Comentários

Os comentários estão fechados.