Aparecer num vídeo da TMZ normalmente não é bom sinal. Este site/canal de youtube é uma espécie de “super plataforma” para divulgar conteúdo de pararazzis, que perseguem os famosos e puxam por eles até que lhes digam algo que tenha potencial de se tornar viral.

E claro, quando encontraram Bruce Irons no aeroporto, pronto para voar para Oahu, o tema de conversa não foi sobre o tubos que irá fazer no north shore ou a estreia do filme sobre Andy Irons,”Kissed by God”. Queriam saber sobre os “sarilhos” que o ex-Pipe Master recentemente teve em Newport Beach com a polícia. Bruce “desmarcou-se” dizendo que estava tudo bem e que apenas teve um contratempo, nada que não desse para superar.

Não contente com a resposta a resposta o “repórter” insistiu, perguntando mais especificamente “o que aconteceu mesmo em Newport?” Aí Irons respondeu que é uma longa história e que os seus advogados tratavam do assunto. Aparentemente surpreendido ou desorientado, Bruce divagou sobre a polícia e um teste de sobriedade que passou, mas que conduzir com uma carta de condução caducada “não é uma coisa boa“.

Quem aproveitou bem a “deixa” para “esmiuçar” o assunto foi, claro, a revista STAB. Num artigo intitulado “Bruce Irons preso em Newport Beach” um autor não identificado do  mais polémico meio de comunicação de surf da actualidade referiu que o havaiano foi encontrado desmaiado dentro de seu carro, sob o efeito de drogas e na posse de medicamentos que requerem receita, sendo eventualmente preso e mais tarde solto sob fiança. Seguiu-se a especulação que Bruce, apesar de te estado “limpo” durante o período em que o documentário sobre o seu irmão foi gravado, entretanto voltou aos antigos vícios, algo que poderá não jogar a sua favor no próximo mês, quando terá que renovar o contracto com o seu actual patrocinador.

Boato ou realidade? Em breve saberemos…

 

Comentários