O ano de 2018 foi bom para o surf português, principalmente para o nosso país como “Surf Destination”.

Grande parte da visibilidade que o nosso país recebe a nível global deve-se aos eventos da WSL realizados em águas portuguesas e em 2019 as provas terão ainda mais peso no calendário do circuito mundial. Além do Caparica Pro (QS 1.000), Pro Santa Cruz (QS 3.000), do EDP Billabong Pro Ericeira (QS 10.000), do MEO Rip Curl Pro Portugal (Championship Tour) e do Nazaré Challenge (Big Wave Tour), a prova dos Açores, o Azores Airlines Pro, que em 2018 foi um Special Event de Masters, volta a fazer parte do circuito QS, oferecendo 6.000 pontos. No total, só no circuito QS, a perna portuguesa oferece 19.500 pontos, mais que o necessário para qualquer surfista inspirado conseguir a qualificação para o CT do próximo ano. Todas estas provas ainda surgem como “tentative”, ou seja, não estão 100% confirmadas mas, ao que tudo indica, vão acontecer. Além disso o Championship Tour feminino regressa a Portugal, com o MEO Pro Peniche, que se realiza nas mesmas datas e local que o MEO Rip Curl Pro Portugal e ainda se realizam duas etapas do circuito Pro Junior, em Espinho e Caparica e uma do Longboard tour.

Provas da WSL realizadas em Portugal:
Longboard Pro Espinho – Longboard Tour Masculino e Feminino de 1.000 pontos – 5 a 7 de Abril
Praia de Baía, Espinho
Pro Santa Cruz – QS 3.000 – 8 a 13 de Abril
Praia da Física, Santa Cruz
Junior Pro Espinho – Pro Junior Masculino e Feminino de 1.000 pontos – 10 a 14 de Abril
Praia de Baía, Espinho
Caparica Junior Pro – Pro Junior Masculino e Feminino de 1.000 pontos – 15 a 19 de Abril
Costa da Caparica
Caparica Pro – QS 1.000 Masculino e QS 1.000 Feminino – 15 a 20 de Abril
Costa da Caparica
Azores Airlines Pro – QS 6.000 – 10 a 15 de Setembro
Ilha de São Miguel
EDP Billabong Pro Ericeira – QS 10.000 – 24 a 29 de Setembro
Ribeira D’Ilhas, Ericeira
MEO Rip Curl Pro Portugal e MEO Pro Peniche – CT Masculino e Feminino – 16 a 28 de Outubro
Supertubos, Peniche
Nazaré Challenge – Big Wave Tour – 1 de Outubro de 2019 a 31 de Março de 2020
Praia do Norte, Nazaré

O circuito QS em geral estará um pouco mais “carregado” de pontos, o que irá seguramente aumentar o “cut” no fim do ano. O número de provas de 10.000 pontos mantém-se, com 5 etapas, mas as provas QS 6.000 passam de 4 para 8 e as de 3.000 de 11 para 15 em 2019.

Em Setembro de 2018, quando a WSL lançou o primeiro calendário para este ano, algumas provas do Championship Tour surgiam sem naming. As provas da Gold Coast e de França, tradicionalmente patrocinadas pela Quiksilver, pela primeira vez não eram acompanhadas deste patrocinador, algo que deixou algumas dúvidas sobre a saúde da marca. Esta questão foi levantada durante uma das palestras do evento Surf Out Portugal a Francisco Spínola, o responsável pela WSL em Portugal, que de imediato indicou que a falta de naming era uma situação temporária. Isso veio a confirmar-se recentemente, quando as provas voltaram a surgir no calendário como Quiksilver Pro Gold Coast e Quiksilver Pro France, mostrando que as grandes marcas do surf continuam a apostar nas grandes provas do circuito mundial.

O Billabong Pipe Masters de 2019 durante algum tempo parecia “tremido” mas o que é certo é que continua no calendário e será, como sempre, em Dezembro, ao contrário do que se especulava quando aconteceu a polémica das licenças.

Mais notícias em breve.

Comentários