Já falta pouco para o início do Billabong Pipe Masters, última etapa do Championship Tour da WSL de 2018.

Antes do tour arrancar para a perigosa bancada de Pipeline e Backdoor ainda há outro “assunto” por terminar, o Vans World Cup of Surfing, última etapa do circuito QS. Vasco Ribeiro é o único surfista português em prova e uma vaga no Championship Tour ainda está ao seu alcance. Caso seja bem sucedido, Ribeiro junta-se a outro surfista luso, Frederico Morais, mas o actual 21º do ranking ainda não tem a sua vaga garantida.

 

Morais lesionou-se recentemente e está a trabalhar para recuperar a tempo de competir on Pipe Masters de modo a segurar a sua posição no tour. O pior dos cenários é Kikas não competir ou terminar em 25º, não melhorando a sua posição do ranking. Para esse cenário os seus adversários superam-no com os seguintes resultados:
– Yago Dora* – 13º lugar
– Joan Duru – 9º lugar
– Matt Wilkinson, Tomas Hermes e Connor O’Leary* – 5º lugar
– Patrick Gudauskas e Joel Parkinson – 3º lugar
– Jesse Mendes, Ian Gouveia, Michael February e John John Florence – 1º lugar
*Com 13º e 5º lugares Yago e Connor empatam com o português e se esse empate for na 22ª posição Frederico perde a vaga via ranking QS.

 

Se Frederico Morais passar uma bateria e terminar em 13º lugar obriga os seus adversários a fazerem os seguintes resultados:
– Yago Dora – 9º lugar
– Joan Duru – 5º lugar
– Matt Wilkinson, Tomas Hermes e Connor O’Leary – 3º lugar
– Patrick Gudauskas e Joel Parkinson – 2º lugar

 

Se Frederico Morais passar duas baterias e terminar em 9º lugar obriga os seus adversários a fazerem os seguintes resultados:
– Yago Dora – 3º lugar
– Joan Duru, Matt Wilkinson e Tomas Hermes – 2º lugar
– Connor O’Leary, Patrick Gudauskas e Joel Parkinson – 1º lugar

 

Se Frederico Morais passar três baterias e terminar em 5º lugar obriga os seus adversários a fazerem os seguintes resultados:
– Yago Dora – 3º lugar
– Joan Duru – 2º lugar
– Matt Wilkinson, Tomas Hermes, Connor O’Leary, Patrick Gudauskas e Joel Parkinson – 1º lugar

 

Se Frederico Morais terminar em 3º lugar ou melhor a sua vaga deverá estar garantia independentemente dos resultados de quem está abaixo de si no ranking. Contas feitas, Frederico com um 9º lugar deverá estar bastante seguro já que começa a superar os competidores que estão acima de si no ranking neste momento.

 

O Billabong Pipe Masters realiza-se entre 8 e 20 de Dezembro, em Pipeline, Oahu, Havai. Acompanha toda a acção em directo AQUI!

Heats do round 1
Heat 1: Jordy Smith, Frederico Morais, Kelly Slater
Heat 2: Owen Wright, Yago Dora, Miguel Pupo
Heat 3: Italo Ferreira, Joan Duru, Keanu Asing
Heat 4: Filipe Toledo, Matt Wilkinson, Caio Ibelli
Heat 5: Julian Wilson, Tomas Hermes, Wildcard
Heat 6: Gabriel Medina, Connor O’Leary, Wildcard
Heat 7: Wade Carmichael, Griffin Colapinto, John John Florence
Heat 8: Kanoa Igarashi, Sebastian Zietz, Michael February
Heat 9: Michel Bourez, Ezekiel Lau, Ian Gouveia
Heat 10: Conner Coffin, Jeremy Flores, Jesse Mendes
Heat 11: Kolohe Andino, Adrian Buchan, Joel Parkinson
Heat 12: Willian Cardoso, Michael Rodrigues, Patrick Gudauskas

 

Comentários