A profissão de surfista profissional é, por norma, relativamente curta. No entanto, recentemente, parece estar a tornar-se cada vez mais curta e ilusiva. O facto de Portugal ter um mercado reduzido, a crise ter  modificado os hábitos de consumo, que se tornaram mais moderados e as novas filosofias da parte das maiores marcas, que procuram patrocinar muito menos (mas melhor) tem sido “fatal” para muitos dos melhores surfistas do nosso país. E, para cada caso de sucesso, como foi o exemplo de Miguel Blanco, que no ano passado conseguiu fazer a sua carreira “renascer das cinzas”, talvez 5 passam a fazer parte do “team no sponsor”..

A ONFIRE fez um apanhado de alguns dos melhores surfistas do país correntemente sem patrocínio principal…

João Macedo
Será que ser surfista de ondas grandes significa não ser bem remunerado? João Macedo, principalmente durante a sua carreira júnior, teve bons patrocínios e mesmo quando largou a competição conseguiu manter alguma visibilidade e patrocínios como free surfer durante alguns anos. Actualmente “De Macedo” faz parte do Big Wave Tour da WSL mas terá de competir usar prize moneys e apoios para estar presente no circuito.
Último main sponsor:
João foi embaixador no programa Rip Curl Planet, projecto que terminou (para ele) em 2014.

João Macedo - Photo by Mestre/WSL

João Macedo – Photo by Mestre/WSL

Francisco Alves
Alves é um dos que perdeu o seu patrocinador mais recentemente de toda esta lista. Xico tem algo a jogar a seu favor em relação a muitos outros, ainda é bastante jovem e esta perda parece ter-lhe dado uma nova fome de vencer, de tal modo que voltou a competir no QS e tem mostrado bom surf.
Último main sponsor:
Rip Curl até ao fim de 2016

Francisco Alves - Photo by Pedro Mestre/Liga MEO Surf

Francisco Alves – Photo by Pedro Mestre/Liga MEO Surf

Eduardo Fernandes
Edu é a personificação da luta do surfista profissional. Chegado a Portugal no fim da sua carreira júnior, Fernandes teve sucesso imediato nos nossos circuitos e começou a atacar o QS com algum sucesso. Algumas lesões e resultados que “escaparam por pouco” deixaram-no numa posição quase ingrata, à porta do sucesso. Há dois anos Eduardo voltou a venceu na Liga e este ano é um dos poucos que, após 3 etapas, segue na disputa pelo título.
Último main sponsor:
Deeply até ao fim de 2014

4edu

Eduardo Fernandes – Photo by Pedro Mestre/Liga MEO Surf

Menção Honrosa
Justin Mujica
Nenhum outro surfista emigrou para Portugal e teve o sucesso de Justin Mujica. O venezuelano chegou ao nosso país com 23 anos e foi tão impressionante que ao fim de pouco tempo tinha bons patrocínios. Inicialmente fez parte da equipa Gordon & Smith e depois passou para a O’Neill onde foi uma das figuras de topo a nível europeu durante vários anos. Quando essa época chegou ao fim também a sua carreira acabou por terminar.
Último main sponsor:
O’Neill até ao fim de 2012

4justin

Justin Mujica – Photo by Pedro Mestre/Liga MEO Surf

Mais artigos À Porta do Olimpo brevemente AQUI!

Comentários

Deixar uma resposta