O que têm em comum Mark Occhilupo e Gabriel Medina? 28 anos de idade separam este dois surfistas mas ambos foram campeões mundiais e ambos venceram uma certa prova do Championship Tour a surfar de backside, sendo os únicos a conseguir o feito em 35 anos.

Occy tinha 18 anos, acabados de fazer, quando arrancou para a África do Sul para disputar o Country Feeling Classic de 1984, uma prova de pontuação baixa mas que, pela qualidade das ondas, atraiu muitos dos melhores surfistas da época. O jovem australiano apresentou uma performance que foi falada durante décadas, batendo grandes nomes da altura com facilidade até à final, onde derrotou o havaiano Hans Hedemann.

(Uma bateria épica de Occy contra Bruce Irons, 21 anos depois da sua vitória…)

 

 

Entre a vitória de Occy em 1984 e a de Gabriel Medina em 2019, o evento apenas se realizou 21 vezes e foi vencida por Mick Fanning (5x), Kelly Slater (4x), Jake Paterson (2x), Joel Parkinson (2x), Jordy Smith (2x), Filipe Toledo (2x), Andy Irons, Taj Burrow, Munga Barry e ainda Adriano de Souza, num ano em que o evento sofreu um downgrade para prova QS.

Os goofies que chegaram mais perto da vitória entre Occy e Medina foram Mick Lowe, que foi finalista em 2002 e Damien Hobgood, que fez a final em 2003 e 2009, acabando sempre em último lugar.

Na edição de 2019, assim que Ítalo Ferreira derrotou o bicampeão do evento, Filipe Toledo, na segunda meia final do Corona Open J-Bay, história seria feita pois na bateria anterior Gabriel Medina tinha eliminado o novo líder do ranking, Kolohe Andino, para garantir a primeira final 100% goofy em Jeffreys Bay. O confronto final foi um dos melhores do ano e garantiu ao 2x campeão mundial mais uma vitória e a entrada na disputa pelo título mundial de 2019!

 

 

Mais conteúdos da série Curiosidades Surfisticas AQUI!

Comentários