Portugal tem um dos melhores circuitos nacionais de surf a nível mundial, a Liga MEO Surf. Tudo começou nos anos 90 e mesmo com alguns altos e baixos no caminho o circuito passou a ser um degrau a caminho de “voos mais altos” graças à sua grande competitividade. A década de 10 foi completamente dominada pela “nova” geração. Fica a conhecer os campeões nacionais dessa época.

2010 – Campeão Nacional – Justin Mujica – Frederico Morais 2º lugar, Eduardo Fernandes 3º lugar
11 anos depois de vencer o circuito ANS inaugural Justin Mujica revalidou o seu título. Como Justin não conquistou vários pelo caminho é quase um mistério já que estava acima de todos os outros surfistas de Portugal a nível de performance, excepto Tiago Pires em algumas condições. Este acabaria por ser também o seu último título nacional.

2011 – Campeão Nacional – Vasco Ribeiro – Ruben Gonzalez 2º lugar, Eduardo Fernandes 3º lugar
O ano de mudança de guarda. Se até aqui surfistas como Vasco e Frederico mordiam os calcanhares da geração anterior, a partir daqui começaram a dominar por completo. Vasco Ribeiro tinha feito 17 anos menos de um mês antes, tornando-se no mais jovem campeão nacional da história do surf português, um feito que permanece até hoje.

2012 – Campeão Nacional – Vasco Ribeiro – Frederico Morais 2º lugar, Nicolau Von Rupp 3º lugar
2012 foi o ano de uma das melhores disputadas da década neste circuito. Morais ganhou a primeira e quarta etapas, Vasco a segunda e terceira e foi mais consistente nas outras etapas. Ambos abdicaram da última etapa para competir fora do país, o que garantiu automaticamente o título a Ribeiro, enquanto que Nicolau se juntou ao top3 ao vencer a última etapa.

2013 – Campeão Nacional – Frederico Morais – Miguel Blanco 2º lugar, Zé Ferreira 3º lugar
Depois de ter disputado o título em 2009, 2010 e 2012, Frederico teve alguma oposição de Vasco no início do ano mas acabou por dominar apesar da derrota prematura na etapa onde é mais forte, Ribeira D’Ilhas. Miguel Blanco foi vice-campeão nacional mas acabou mais de 500 pontos atrás.

2014 – Campeão Nacional – Vasco Ribeiro – Frederico Morais 2º lugar, Gony Zubizarreta 3º lugar
Mais uma disputa apertada entre os dois grandes nomes da geração dominante. Morais venceu a primeira e a última, Vasco venceu a segunda e terceira e foi segunda em mais uma para garantir o seu terceiro título em quatro anos. Foi um ano histórico para Ribeiro e para o surf português já que o talento de São João do Estoril venceu também o circuito Pro Junior Europeu e sagrou-se campeão mundial júnior.

2015 – Campeão Nacional – Frederico Morais – Tiago Pires 2º lugar, Vasco Ribeiro 3º lugar
Este foi o ano em que Tiago Pires voltou ao circuito depois de vários anos fora do nacional. Depois de ter vencido a primeira etapa e ficado em segundo na seguinte, colocou-se na disputa mas Kikas duas provas e garantiu o seu segundo título.

2016 – Campeão Nacional – Pedro Henrique
Pedro Henrique tornou-se num de apenas dois surfistas que até ao dia de hoje conseguiram quebrar a hegemonia de Vasco e Frederico, que dominaram os 5 anos anteriores. Um primeiro e dois terceiros lugares foi o suficiente para garantir o merecido título de campeão nacional enquanto que Gony Zubizarreta terminou na frente do ranking e foi campeão da Liga.

2017 – Campeão Nacional – Vasco Ribeiro – Pedro Henrique 2º lugar, Miguel Blanco 3º lugar
Vasco Ribeiro e Pedro Henrique disputaram taco a taco o título em 2017. Ambos venceram duas etapas e fizeram dois 3ºs para empatar no ranking e Vasco acabar na frente por ter um 5º resultado superior ao de Pedro. Ao vencer Vasco empatou com Ruben Gonzalez, com 4 títulos nacionais.

2018 – Campeão Nacional – Miguel Blanco
Depois de quase uma década como top deste circuito, onde foi vice-campeão em 2013, Miguel estreou-se nas vitórias em ondas gigantes em Ribeira D’Ilhas e não olhou mais para trás. Mesmo tendo faltado a uma prova, Miguel conseguiu acabar na frente de todos os outros competidores com nacionalidade portuguesa, garantindo o título enquanto que Gony Zubizarreta terminou na frente do ranking e foi novamente campeão da Liga.

2019 – Campeão Nacional – Miguel Blanco – Tomás Fernandes 2º lugar, Vasco Ribeiro 3º lugar
Ao fim de duas etapas em 2019 Blanco e Ribeiro estavam empatados na liderança mas foi Tomás Fernandes quem chegou ao último dia de prova da última etapa na liderança. Infelizmente, para ele, o surfista da Ericeira perdeu cedo em Carcavelos e Miguel fez exactamente o que precisava, vencer a prova para vencer o seu segundo título nacional.

 

Podes ficar a conhecer os campeões dos anos 90 AQUI e da década de 00 AQUI!

 

Comentários