Chegou ao fim mais uma etapa do circuito QS, o Quikilver e Roxy Pro, provas QS 1.000 a contar para o circuito de qualificação. Em prova estavam apenas dois surfistas portugueses, ambos a representar muito bem o nosso país.

Pedro Coelho venceu as suas baterias do round 2 e 3, passando para a fase de 16 surfistas onde tinha como adversários Kalum Bruhwiler Temple, Roberto Araki e Herbert Moreno. Araki, do Japão, acabou por vencer este confronto, enquanto que Kalum e Coelho disputaram a segunda vaga taco a taco. No fim o canadiano, Temple, acabou com o segundo lugar, deixando a português a precisar de apenas 5.08 para seguir para a fase man on man. Pedro terminou assim em 9º lugar, melhorando a sua excelente prestação do VANS Surf Pro Classic na África do Sul.

Na prova feminina a única representante do nosso país, Yolanda Hopkins, mostrou muito bom surf, começando o dia final com uma vitória sobre a campeã mundial júnior, Vahine Fierreo. Com notas de 8.33 e 5.73 a portuguesa fez a melhor média da fase e seguiu para as meias finais como uma das favoritas. Nas meias finais Hopkins eliminou a norte americana Rachel Presti enquanto que Juliette Lacome venceu um confronto 100% francês contra a favorita à vitória, Justine Dupont.

Ao chegar à final Yolanda tornou-se apenas na terceira surfista portuguesa a fazer uma final no circuito QS feminino. Foi um heat muito disputado mas no final Juliette Lacome esteve ligeiramente melhor, levando assim a vitória da primeira prova da perna europeia.

Comentários