Depois da eliminação de Frederico Morais, no heat 4 do round 4, seria a vez de Vasco Ribeiro mostrar o que vale. On the line neste Vans World Cup para o surfista da Poça estava uma vaga no Championship Tour, mas só se vencesse a prova.

Os seus adversários neste heat 5 do round 4 eram Michael February, Ítalo Ferreira e Aritz Aranburu. Entre eles também February e Ferreira precisavam de boas prestações nesta prova para estar na elite do surf mundial em 2018.

February foi o primeiro a fazer uma onda, que lhe deu uma nota de 4.67 e Vasco foi o último mas o primeiro a passar os 5 pontos. Um snap e uma rasgadas de rail deram-lhe uma nota de 5.27 e de seguida Ítalo e Michael fizeram ondas boas consecutivas e deixaram Ribeiro a precisar de 3.40 para segundo lugar.

Com um tubo pesado, com saída no limite, Vasco fez a nota de 8 e passou para primeiro lugar, deixando Ferreira a precisar de 6.61 para o alcançar. Um snap fortíssimo e mais algumas manobras foi o que Ribeiro fez para melhorar o seu back up, solidificando a sua posição e aumentando o requisito para 7.64.

O tempo começou a escassear para Michael, que começava a ver o sonho de entrar no CT a ser adiado por, pelo menos, mais um ano. Por sua vez Aritz surfou bem algumas ondas, mas não conseguiu passar dos quatro pontos nas melhores.

O heat acabou e a situação não mudou, o que garantiu a Vasco Ribeiro uma vaga no round de 16 e mentém a possibilidade de entrar na elite do surf mundial bem viva.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários