Depois de se estrear com uma vitória no round 2, o surfista de S. João do Estoril encontrou adversários de peso na sua bateria seguinte.

O seus adversários eram Lucas Silveira, ex-campeão mundial júnior da WSL e dois surfistas que já foram do CT, Pat Gudauskas e Nat Young, que ainda compete na elite mas não a tempo inteiro. Vasco não se deixou intimidar e a sua primeira foi uma das melhores ondas do heat. Com um snap, uma batida e uma finalização poderosa, Ribeiro abriu com 6 pontos mas demorou algumas ondas a conseguir um back up à altura.

Mesmo não sendo muito selectivo o luso finalmente descobriu uma onda com potencial e com duas manobras fortes conseguiu uma nota de 6.67, que seria suficiente para lhe dar a vitória no heat. A partir daí Vasco segurou a liderança e, ao fim de algum tempo, a prioridade, ficando com um olho nos seus adversários e outro nas melhores ondas. Mesmo sem surfar mais qualquer onda, Ribeiro venceu a bateria, mostrando que pode estar a caminho de um grande resultado.

Apesar de até aqui Vasco, ou qualquer outro surfista português, ainda não ter conseguido qualquer pontuação forte, tudo pode mudar com este evento pois, se passar mais um heat, recebe 3.700 pontos, o que já começa a entrar no que se pode considerar pontuações de qualificação para o CT.

Os seus adversários no heat 7 do round 4 serão os brasileiros Heitor Alves e Flavio Nakagima! Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários

Deixar uma resposta