Depois de dois lay days o Hawaiian Pro voltou à água, com ondas a rondar os dois metros e meio mas com algum vento a dificultar as condições.

Dois portugueses estavam em prova no round 4, e Vasco Ribeiro foi o primeiro a competir. Contra Griffin Colapinto, Evan Geiselman e Brett Simpson, o surfista de S. João foi talvez o surfista mais em forma no início do heat mas apenas conseguiu dus notas medianas, graças a duas ondas com pouco potencial mas bem surfadas. Infelizmente Simpson encontrou um tubo e fez 8 pontos na sua melhor onda e na sua última onda roubou, por pouco a liderança a Vasco. Entretanto Colapinto apanhou a última onda boa do heat, fez uma nota excelente e passou para primeiro, empurrando Ribeiro para 3º lugar. Vasco tinha prioridade nos últimos minutos mas não apareceu mais qualquer onda e foi eliminado.

No heat seguinte estava Frederico Morais, que abriu com uma onda com dois fortes carves para receber a nota de 7.53. Joan Duru estava fortissímo de backside e fez várias ondas com manobras muito poderosas, passando algum tempo em primeiro lugar. Mas Morais e os seus “combos” carves/finalização poderosa garantiram-lhe mais uma nota alta que lhe deu a vitória no heat seguido de Joan, e dos tops do CT Kai Otton (3º) e Jordy Smith (4º).

A prova continuou e nos primeiros dois heats do round de 16 Kelly Slater seria eliminado por Marc Lacomare e Conner O’Leary e, no heat seguinte, John John Florence vencia o seu heat levando consigo Davey Cathels!

Frederico Morais estava no heat 3 desta fase e continuou a avançar. Jadson André, Griffin Colapinto e Vitor Bernardo eram os seus adversários e os últimos dois foram muito selectivos, ao ponto que chegaram ao fim quase sem ondas. “Jaddy” e “Kikas” pontuaram forte desde cedo, o brasileiro com ondas cheias de manobras e o português com fortes carves, reentries e, na primeira onda, um floater abusado. No fim Griffin ameaçou um ataque ao segundo lugar de Morais, mas foi tarde e Frederico avançou para as meias finais!

Acompanha o resto da prova em directo AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.