O main event do Vans US Open of Surfing arrancou com ondas bem típicas de Huntington. A maior parte das esquerdas permitiam uma ou duas manobras no outside e uma “reforma” no inside para quem conseguisse atravessar o “deserto” entre as secções. Já as direitas também mostravam algum potencial mas não permitiam manobras tão expressivas como a esquerda, apesar de ter sido uma opção muito escolhida.

Vasco Ribeiro foi o primeiro surfista português na água e tratou de fazer logo duas notas médias para subir ao segundo lugar. No entanto o havaiano Tanner Hendrickson apanhou uma boa esquerda e com algumas batidas fez 7 pontos e passou para a frente, enquanto que o sul africano Matthew McGillivray fez notas muito parecidas mas ligeiramente superiores às de Ribeiro, e roubou a segunda posição.

No entanto, no último terço de heat, Vasco virou o heat a seu favor. A sua onda, novamente uma esquerda, começou com uma rasgada para se colocar na zona crítica da onda e dar uma batida impressionante de backside, seguida de um reentry no inside para terminar, garantindo a nota de 6.57 e a vitória no heat.

Duas horas mais tarde foi a vez de Pedro Henrique mostrar o seu surf bem soltinho nas ondas de Huntington. No início do heat “Pedrinho” parecia estar a caminho do round 2, contando inclusivamente com a melhor nota até aí. Infelizmente, para ele, Charly Martin e Mikey Wright acabaram melhor a bateria, eventualmente roubando as duas vagas da qualificação e deixando-o a precisar de uma nota de 5.39.

Entretanto a prova seguiu para o round 2 e Vasco Ribeiro estava novamente no primeiro heat, contra três surfistas “High Profile”, Kolohe Andino, Hiroto Ohhara e Alex Ribeiro. Andino foi claramente o destaque do heat, pontuando alto desde o início até ao fim e deixando de fora notas que seriam suficientes para garantir também o segundo lugar no heat. No entanto foi o japonês, Hiroto, quem fez a melhor nota do heat, um 8.4. Ohhara venceu esta prova no passado e mostrou novamente que não foi um fluke, passando o heat em segundo lugar com Alex Ribeiro em 3º. Vasco começou bem a bateria mas não conseguiu “crescer” ao longo dela, acabando a precisar de uma nota de 7.84.

Ainda em prova está Frederico Morais, que se estreia no heat 24 do round 2 contra Brett Simpson, Joshua Moniz e Kiron Jabour. Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

 

Comentários

Deixe uma resposta