Vasco eliminado por 0.1 em Sunset | Dia 9

publicado há 2 anos por 0

VASCO-RIBEIRO-ELIMINADO-NO-VANS-WORLD-CUP-2014

Depois de vários dias sem condições para avançar com o Vans World Cup, Sunset voltou a acordar com boas ondas que rondavam os 3 metros nos sets.

O português Vasco Ribeiro estava no terceiro heat do dia e tinha pela frente Pancho Sullivan, William Cardoso e Leonardo Fioravanti. O italiano, Leo, foi a grande surpresa da bateria tendo “arrancado” uma nota boa e uma excelente nas suas duas primeiras ondas. A partir daí houve grande disputa pela segunda vaga, principalmente entre Vasco e Pancho. O surfista de S. João do Estoril parecia estar com uma prancha muito grande, o que não ajudou a que se conseguisse “soltar” como habitualmente nos carves. Mesmo assim surfou muito bem a sua primeira onda, compensando com manobras no lip.

Entretanto Sullivan mostrou a sua local knowledge, descobrindo dois tubos cedo no heat. O mar estava muito inconsistente mas Ribeiro ainda conseguiu encontrar duas oportunidades de pontuar. Na primeira, depois de uma boa rasgada, foi “traído” pelo lip e caiu num floater. No minuto final apanhou outra onda e deu um forte reentry mas os juízes apenas lhe deram 4.67, quando precisava da nota de 4.87.

Também eliminado neste heat ficou William Cardoso, que assim perdeu as suas hipóteses de se qualificar para o WCT de 2015, ficando mais uma vez à porta. De facto este foi um dia de grandes desilusões para muitos dos candidatos ao tour principal do ano que vem. Logo no segundo heat do dia Jesse Mendes, que estava muito perto da qualificação, caiu no final da sua última onda e acabou eliminado por 0.2, ficando mais uma vez fora do WCT.

O mesmo aconteceu com Jack Freestone, o último surfista que ainda estava dentro da “bolha de qualificação”, e ainda Tomas Hermes, que estava dois lugares acima e Carlos Munoz, que andava por perto. Estas derrotas vão favorecer vários surfistas, que agora têm a oportunidade de “roubar” algumas destas vagas. O francês Joan Duru é um deles, mas precisa de continuar a avançar para garantir a sua posição.

O “big mover” do evento é Dusty Payne que subiu muito com a vitória em Haleiwa e tem um descarte muito baixo. Dusty parece manter a forma da etapa passada e se conseguir a qualificação será a grande história de sucesso da Vans Triple Crown of Surfing de 2014!

Tiago Pires ainda não competiu nesta etapa mas já conhece os seus adversários além de Bede Durbidge, que são Charly Martin e Alex Smith. Saca irá competir no heat 12 do round 3. Acompanha tudo em directo AQUI!

Comentários