Assim que acabou a prova de Manly, os melhores surfistas do WQS rumaram a Newcastle para competir em outro WQS de 6 estrelas, o Burton Toyota Pro. Newcastle recebeu os competidores com bastante swell, já que as ondas chegavam ao metro e meio, mas com condições bastante desordenadas.

Vasco Ribeiro foi o primeiro português a competir mas não conseguiu repetir o feito da etapa anterior. No seu heat contra Rafael Teixeira, Chase Wilson e Gavin Gillette, o surfista de S. João do Estoril não conseguiu fazer o seu melhor surf mas mesmo assim ocupou a segunda posição durante a maior parte do heat. As ondas quebravam bem no outside, onde dava para fazer uma manobra ou duas, e uma vez no inside dava pare encaixar mais manobras se a onda voltasse a formar. Vasco fez o que conseguiu com as ondas que apanhou mas Gillette apanhou uma das melhores que entrou no fim e virou a bateria, já que o brasileiro Rafael Teixeira tinha o primeiro lugar bem controlado.

Zé Ferreira entrou poucas horas depois e infelizmente o seu resultado foi o mesmo que Vasco. A sua bateria era ainda mais difícil pois tinha pela frente Evan Geiselman, Thiago Camarão e ainda o (menos conhecido) australiano Nic Jones. Geiselman e Camarão fizeram justiça ao seu favoritismo ao fazerem ondas na casa dos 9 pontos. Isso deixou o português a correr atrás e mesmo tendo surfado bem acabou em 3º lugar.

Marlon Lipke também estava inscrito nesta fase mas, depois de vir a Portugal para competir no Capítulo Perfeito, não encontrou um voo que o levasse de volta a tempo, acabando assim por faltar ao heat.

Assim apenas sobra um competidor entre os portugueses em Newcastle, Frederico Morais. O surfista do Guincho terá pela frente Grager Larsen, Soli Bailey e Cahill Bell-Warren, no heat 10 do round 5. Acompanha tudo em directo AQUI!

 

Comentários

Os comentários estão fechados.