Chegou ao fim da disputa do título mundial feminino no Championship Tour da WSL com a vitória da campeã de 2016, Tyler Wright. Tudo começou no dia anterior, com o deslize da principal candidata, Sally Fitzgibbons, que deitou tudo a perder numa bateria de poucas ondas.

A partir daí o percurso da irmã de Owen ficou muito mais facilitado, ficando mais da depender da sua própria prestação que das suas adversárias. Courtney Conlogue também tinha algo a dizer nesta disputa, mas não conseguiu passar o seu heat do round 4 contra a australiana que venceu a etapa portuguesa do tour, Nikki Van Dijk.

A partir desse momento Tyler só precisava de passar mais uma bateria para se sagrar campeã mesmo antes da etapa terminar. Pela frente tinha, no entanto, a perigosa wildcard Brisa Hennessy, que tinha sido responsável pela derrota de Fitzgibbons no round 2 e Coco Ho no round 4.

No entanto, nesta oportunidade, Wright não deu qualquer hipótese à havaiana e com duas ondas consecutivas com alguns tubos e manobras fortes deixou-a combinada. Brisa não conseguiu recuperar e quando se fez a contagem para o fim do heat celebrou-se mais um título mundial para a Austrália!

Outros destaques neste dia de prova vão para o confronto de gigantes entre Silva Lima e Stephanie Gilmore nos quartos de final. Steph começou com uma onda muito forte de 7.5 mas Lima respondeu com um 8.7 graças a três manobras muito críticas. Infelizmente para ela, Gilmore contra-atacou com uma onda de set que lhe garantiu 9.5 e, eventualmente, a qualificação para as meias finais.

Também Malia Manuel e Bronte Macauley seguiram para as meias finais, que se realizam no próximo dia de prova. Acompanha tudo em directo AQUI!

 

Comentários