Foi um longo e intenso dia de competição que começou de manhã cedo e só acabou quando a noite caiu. Claro que pelo meio houve uma longa pausa para que a maré acertasse e isso permitiu que a grande parte dos heats realizados tenham sido fora de série.

O mar continuou grande e mais uma vez surfou-se ondas épicas no meio de alguns close outs pesados. Kelly Slater foi o Iron Man do dia pois surfou quatro vezes e apenas perdeu um heat, que felizmente para ele era não eliminatório.

Foram vários os momentos em que Kelly poderá ter tido “flashes” de backdoor e numa delas, logo no primeiro heat contra Jadson André, fez uma nota (9.70) que sozinha chegava para passar o heat.

Depois de passar por muito pouco por Adrian Buchan, Slater vingou a sua derrota para Kieren Perrow mais cedo com uma série de tubos impressionantes. No fim do heat o 11x campeão do mundo tinha a média mais alta da prova, 19.93, e ainda descartou duas notas de 9 pontos.

Outros “monstros” deste dia foram, por exemplo, Kieren Perrow que ao derrotar Medina e Slater no round 4 garantiu uma vaga nos quartos de final e fica com boas hipóteses de se qualificar para o circuito de 2013.

Quem mais? John John Florence, que encheu a barriga de tubos, Dane Reynolds, que também se qualificou para as meias finais e finalmente Joel Parkinson. Parko não deu hipóteses a Gabriel Medina nos quartos de final com um dos tubos mais pesados do ano e recebeu uma nota 10.

Ao fim do dia “sobravam” apenas quatro surfistas em prova, compondo as seguintes meias finais:
Heat 1 | John John Florence x Dane Reynolds
Heat 2 | Joel Parkinson x Kelly Slater

Fica atento aos três últimos heats do Quiksilver Pro France que podes ver em directo neste link!

(Uma onda de 10 pontos de Kelly Slater)

YouTube Preview Image
Comentários

Os comentários estão fechados.