Top4 encontra dificuldades no Fiji Women’s Pro | Dia 2

publicado há 3 anos por 0

FIJI-WOMENS-PRO-2014-DIA-2

A onda de Restaurants, situada em frente ao restaurante da ilha de Tavarua, Fiji, é um das melhores do mundo. É também uma das mais rasas do circuito e mais difíceis de surfar, principalmente quando o vento abunda. E foram essas precisamente as condições que as melhores surfistas do mundo encontraram no segundo dia de prova do Fiji Women´s Pro.

De facto todas as top4, que em todos os outros eventos são quase intocáveis, “tremeram” neste dia. Não perante as condições mas sim pelas suas adversárias que se encontravam em igualdade ou mesmo, em alguns casos, superioridade! A excepção foi Stephanie Gilmore, que não teve dificuldades em vencer o seu confronto do round 3 e garantiu-se nos quartos de final.

Já Carissa Moore, a líder quase incontestada do circuito, foi surpreendida por uma onda muito boa de Dimity Stoyle e caiu para a repescagem, juntamente com Alessa Quizon. Logo de seguida Sally Fitzgibbons teria o mesmo destino pois encontrou pela frente uma inspiradíssima Laura Enever. A jovem australiana é possivelmente a mais leve surfista deste circuito de “pesos pluma”, o que devia jogar contra ela nestas condições que já chegavam quase aos dois metros, com vento a aumentar também. Mas Laura fez o contrário do que se esperava, apanhou algumas “bombas”, saiu bem do bottom para projectar belas rasgadas no lip e venceu com um par de notas 9.

Tyler Wright era a favorita para vencer o heat seguinte mas apesar de ter surfado bem ficou num incaracterístico terceiro lugar. Pouco à frente ficou Malia Manuel, que não se destacou tanto como no dia anterior mas parecia ter sido a justa vencedora do heat. Até que, perto do final do heat, Johanne Defay apanhou uma das maiores ondas do dia, fez duas rasgadas e venceu a bateria. Na verdade Defay caiu na segunda manobra e ambas foi feitas pouco acima do meio da onda, não tão perto do lip como se espera. Mas os júris acharam que a onda valia 6,03 que, juntamente com o 7,27 que já tinha a contar, lhe deu a vitória.

Ainda se realizaram dois heats do round 4 onde Bianca Buitendag usou a sua estatura para pontuar mais alto que Alessa Quizon e Carissa Moore “escapou” à derrota num heat em que Tatiana Weston-Webb lhe deu muita luta. O heat seguinte, que ficou por acontecer, defronta Tyler Wright e a vencedora da etapa anterior, Sally Fitzgibbons, garantindo assim que uma das “crónicas” semi-finalistas perca antes dos quartos de final!

O Fiji Women´s Pro deve regressar dentro de horas, acompanha tudo em directo AQUI!

Comentários