Já começou mais uma etapa do circuito QS, o Barbados Surf Pro, prova que oferece 3.000 pontos no ranking para as categorias masculina e feminina. O primeiro dia foi bastante atípico já que apenas uma mão cheia de heats do round 1 foram realizados. Isto porque as pranchas da maior parte dos competidores ficaram pelo caminho e a organização optou por apenas fazer os heats em que todos tinham as suas ferramentas.

Miguel Blanco foi o único luso a competir nesse primeiro dia, mostrando muito bom surf e vencendo o heat. Depois de abusar de frontside no Martinique Surf Pro, onde ficou em 5º, Blanco passou para o backside nas esquerdas do mini point break de Drill Hall Beach, o que o deixou despachado para o dia seguinte.

Quando a prova retomou já quase todos os competidores tinham as suas pranchas e Luís Perloiro foi o primeiro português na água. Foi uma bateria de poucas ondas, e apenas 0.6 separavam o primeiro lugar do terceiro. Infelizmente o 3º classificado seria Perloiro, que mesmo tendo feito a segunda melhor nota do heat acabou eliminado por apenas 0.07 pontos.

Tomás Fernandes estava no heat seguinte e foi bastante activo. O backside do surfista da Ericeira muitas vezes é subestimado, mas não devia. Fernandes estava bem sharp de costas para a onda e com notas de 4 e 5.53 pontos avançou num 2º lugar muito próximo de Gearoid McDaid, o eventual vencedor da bateria.

Na categoria feminina a prova “despachou” o primeiro round, o que deu a conhecer a Teresa Bonvalot a totalidade das suas adversárias no seu heat do round 2.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI.

Heats com surfistas portugueses
Round 2
Heat 14 | Beyrick De Vries x Jacob Burke x Miguel Blanco x Tomás Fernandes

Prova feminina
Round 2
Heat 2 | Zoe McDougall x Teresa Bonvalot x Leilani McGonagle x Leticia Canales Bilbao

Comentários