Teresa e Carol no round 3 em Pantin | Dia 2

publicado há 7 meses por 0

TERESA-BONVALOT-E-CAROL-HENRIQUE-NO-ROUND-3-EM-PANTIN

Depois de um dia sem ondas o Pantin Classic Galicia Pro finalmente começou, mas as condições estavam difíceis.

A prova começou com os homens e foram eles que enfrentaram a pior fase do dia, principalmente nos primeiros heats do round 1. A dificuldade não estava propriamente no tamanho das ondas, que chegavam ao meio metro, mas sim na formação pois os fundos não estavam no seu melhor e eram muitas as “fechadeiras”.

Sorte de quem apanhava uma onda boa, que era quase garantia de passar o heat, ou quem consegue dar um aéreo a cada secção. Um dos “não tão sortudos” foi o primeiro português a entrar, Zé Ferreira. Na prova anterior o surfista do Guincho tinha chegado à final e esperava-se muito ritmo da sua parte em Pantin. Mas as ondas não vieram ter consigo e Zé acabou eliminado com um par de ondas de menos de 2 pontos nos seus top scores.

O segundo português em prova entrou cerca de duas horas mais tarde, e já entrou numa maré de mais “oportunidades”. E foram oportunidades bem aproveitadas que Tomás Fernandes transformou em notas sólidas para bater o conhecido havaiano, Torrey Meister, que ficou em segundo, deixando Thiago Guimarães e o sobrinho de Garrett McNamara, Makai, fora do campeonato.

Pouco depois o campeonato passou para a prova feminina e logo no primeiro heat estava duas surfistas portuguesas, Camilla Kemp e Teresa Bonvalot. As duas avançaram com “scores” muito fracos, mas foi um heat em que as ondas boas teimaram em não aparecer. Na fase seguinte Teresa tratou de vencer um heat bem difícil, o primeiro do round 2. As suas adversárias eram Keely Andrew, actual top do Championship Tour, Tia Blanco, campeã mundial da ISA e a nipónica Reika Noro. Bonvalot empatou com Keely e venceu mais um heat, já que tinha a nota mais alta, 6.07, enquanto que Noro e Blanco foram eliminadas.

Camilla Kemp competiu de seguida e ficou muito perto de roubar o segundo lugar a uma surfista bem conhecida, a ex-campeão (e actual vice) mundial júnior da WSL, Mahina Maeda. Infelizmente a havaiana tinha uma nota de 8.33, e Philippa Anderson tinha um 9, que acabou por ser suficiente para derrotar a surfista portuguesa.

Também Carol Henrique tinha um heat de alto nível, que seria vencido pela conhecida brasileira Silvana Lima. Carol surfou muito e ficou a 4.95 pontos de vencer o heat, mas acabou por passar em segundo lugar.

Com o fim desta fase também a prova terminou e é provável que regressa amanhã com ondas ainda maiores para a prova masculina. Acompanha tudo em directo AQUI!

Heats com portugueses
Round de 144
Heat 17 | Tim Bisso x Adrian Toyon x Alan Donato x Miguel Blanco
Heat 19 | Noah Schweizer x Marlon Lipke x Slade Prestwich x Mitchell James
Heat 24 | Robson Santos x Nicolau Von Rupp x Shun Murukami x Taumata Puhetini

Round de 96
Heat 3 | Dion Atkinson x Vasco Ribeiro x Michael February x Marco Fernandez
Heat 7 |
Mitch Coleborn x Pedro Henrique x Lucca Mesinas x Oney Anwar
Heat 9 | Patrick Gudauskas x Aritz Aranburu x Tomás Fernandes x Luke Hynd
Heat 10 | Maxime Huscenot x Frederico Morais x Torrey Meister x Takumi Nakamura

Prova Feminina
Round de 32
Heat 1 | Teresa Bonvalot x Mahina Maeda x Dimity Stoyle
Heat 4 | 
Tessa Thyssen x Georgia Fish x Carol Henrique

Comentários