Teresa e Camilla vencem no round 1 do KP Great Lakes Pro

publicado há 11 meses por 2

Komunity-Project-Great-Lakes-Pro-dia-1

Depois de competir em Avoca Beach, a “Armada Lusa”, que agora contava com 5 surfistas, seguiu para Boomerang Beach para competir no Komunity Project Great Lakes Pro.

Esta etapa de 1.000 pontos pouco ou nada conta para a qualificação para o Championship Tour da WSL mas é uma prova com um bom nível de surf e serve de preparação para outras provas mais importantes que estão para acontecer.

Os 5 portugueses estavam divididos nas duas categorias (feminino e masculino) e apenas 3 competiram neste primeiro dia. Camilla Kemp e Teresa Bonvalot tiveram prestações muito parecidas já que ambas venceram os seus heats com médias de 11.15 e 11.20, avançando para o round 2.

O júnior Luís Perloiro, na categoria masculina, ainda tem um seeding baixo e foi obrigado a competir no round 1 contra dois autralianos e um japonês. O surfista de Carcavelos surfou bem mas ficou a precisar de uma nota alta para passar para o segundo lugar, sendo assim eliminado.

Tomás Fernandes e Zé Ferreira são os outros dois surfistas portugueses com presença confirmada nesta prova mas o ranking de 2015 permite que entrem apenas no round 4 onde vão competir nos heat 10 e 12 respectivamente e terão como adversários Lucas Silveira, Nathan Hedge e mais dois surfistas que ainda não estão qualificados para essa fase. Além deles, Pedro Coelho poderá também juntar-se ao draw desta prova já que está no topo da lista de espera do evento e aguarda uma ausência por algum competidor para mostrar o seu surf.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários

  1. Miguel Coelho diz:

    Também o Pedro Coelho está inscrito nesta prova mas em lista de espera apesar de estar inscrito muito antes do fim do prazo de inscrições. Existem fortes possibilidades de vir a participar porque ontem estava no topo da lista de espera mas foi remetido para segunda posição uma vez que a organização colocou um atleta brasileiro que faltou ao heat no round 1 alegando ter recebido a confirmação da prova num mail em inglês e ter confundido as datas! Esperemos que esta situação se resolva e que o Pedro possa engrossar a presença lusa nestas águas.