Ao contrário do que é norma, o dia 1 do Allianz Figueira Pro foi quase exclusivamente dedicado ao surf feminino. Para liberar as melhores surfistas do país para competirem numa etapa QS 6.000 no México a organização optou por terminar a categoria, o que significava que as finalistas iriam competir 5 vezes num só dia.

O dia começou com uma performance dominante de Francisca Veselko, uma das surfistas mais jovens de toda a prova, que mostrou o seu surf nas longas direitas do Cabedelo para fazer a melhor média da fase. No round seguinte a segundos do fim “Kika” ocupava a segunda posição da bateria contra duas das mais perigosas surfistas do circuito, Teresa Bonvalot, que liderava, e Camilla Kemp, que só virou o resultado a seu favor com uma última onda, uma esquerda com algumas rasgadas que a salvou de uma eliminação prematura.

As duas avançavam até à final, eliminando a nata do surf feminino português. Camilla, que tem como melhor arma o seu surf de frontside em point breaks de direita, foi crescendo ao longo do evento e faltando 10 minutos liderava o heat quando apanhou uma onda que, numa situação normal, seria a da vitória. Camilla encheu a onda de manobras fortes, conseguindo a média de 9.5, o que deixava Teresa Bonvalot a precisar de um 10.

Apesar de ainda não saber o que precisava Teresa apanhou uma onda com muita parede e deu uma batida incrível na primeira secção, uma rasgada forte na seguinte e terminou com uma paulada impressionante no lip. A nota saiu um justo 10, o primeiro da carreira de Bonvalot, empatando em pontos com Kemp e ficando com a liderança por ter a melhor nota. Mais nenhuma onda de consequência foi surfada neste heat, o que ditou uma justa vitória para a actual líder do ranking Pro Junior e da Liga MEO Surf.

Entre heats femininos ainda se realizou a primeira fase dos homens, que conseguiram fazer muito bom surf. Muitos surfistas fizeram médias elevados mas quem “roubou o bolo” foi Miguel Blanco, que abriu a sua prestação com uma nota de 9.25 e fechou com uma de 9.60. Miguel nunca venceu na Liga mas o seu surf em point breaks é especialmente impressionante, sendo inclusivamente apontado pela ONFIRE como um dos 4 favoritos à vitória.

Também Gony Zubizarreta foi fenomenal e Vasco Ribeiro, Eduardo Fernandes, Pedro Henrique, Tomás Fernandes e Francisco Alves passaram os seus heats com notas muito altas.

O Allianz Figueira Pro regressa amanhã, a partir das 8 horas, acompanha tudo em directo AQUI!

Comentários

Deixar uma resposta