Pelo sexto dia consecutivo, o Holmes Civil Developments Pro e Burton Automotive Pro avançaram bastante, mais uma vez em condições difíceis.

A prova começou com a vitória do número 5 do circuito QS, Jack Robinson, sobre Deivid Silva, em condições que mais beneficiavam o brasileiro, mostrando que o super talento do Oeste da Austrália é um legitimo candidato ao CT de 2020. Também o líder do circuito, Jadson André, seguiu em frente depois de vencer uma das disputas mais equilibradas do dia contra Beyrick De Vries. Matt Banting também surfou muito e bateu Hiroto Ohhara e Charly Quivront superou Carlos Munoz para garantir a única presença europeia nos quartos de final. Mas o grande momento da fase foi protagonizado por um surfista que acabou por ser eliminado. O aussie Caleb Tancred fez uma interferência a Leonardo Fioravanti cedo no heat mas o italiano não conseguiu chegar a dois dígitos de média e deixou a “porta” ligeiramente aberta. Tancred aproveitou para fazer a manobra do evento, um reverse abusado numa secção muito pesada mas, infelizmente para ele, apenas recebeu 9.23 pontos quando precisava de 9.94 pontos e foi eliminado.

Seguiu-se a prova feminina, onde se encontrava a última resistente lusa, Teresa Bonvalot, que tinha como adversária a norte-americana Alyssa Spencer. A portuguesa era a grande à vitória e foi quem fez a melhor nota da bateria, 7.43, mas Spencer foi mais consistente e venceu com duas notas de 6 pontos. Pelo seu 9º lugar Teresa recebeu 1.550 pontos no ranking, uma pontuação forte mas pouco relevante na disputa por uma vaga no Women’s Championship Tour. Outros destaques da fase vão para Paige Hareb, que bateu Coco Ho e ainda para a francesa Cannelle Bulard, que garantiu uma vaga nos quartos de final.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários