A perna australiana do QS já está em andamento e vários surfistas nacionais estão na área para tentar a sua sorte entre os melhores do mundo.

O Central Coast Pro é uma etapa de 1.000 pontos e mais uma vez a presença feminina portuguesa foi superior à masculina. No round 1 da prova feminina estavam Camilla Kemp e Mariana Assis e ambas fizeram uma boa estreia australiana. Camilla passou uma bateria contra três surfistas locais graças à sua penúltima onda, uma nota de 6 pontos que foi a melhor do heat e assim garantiu a qualificação para a fase seguinte atrás de Danielle Hancock.

Mariana tinha um heat um pouco mais internacional com duas chilenas e uma australiana, e dominou desde a sua primeira onda. Assis fez as duas melhores ondas do heat, 6.75 e 5.90, vencendo o heat e deixando as adversárias a precisar de notas altas.

Kemp foi a primeira a competir no round 2 e mostrou bom surf mas demorou muito tempo a conseguir fazer notas fortes. Na sua última onda fez a nota de 5.6 mas foi pouco e tarde, sendo assim eliminada a precisar de uma nota de 5.16.

Teresa Bonvalot estreou-se neste evento no heat seguinte e teve uma bateria difícil contra três australianas. Apesar de lhe ter ficado a faltar um bom back up a portuguesa mostrou ser a melhor surfista do heat, pontuando 8.25 na sua melhor onda, passando assim para a fase seguinte num sólido segundo lugar.

Mariana Assis tinha um dos heats mais difíceis da fase, que contava inclusivamente com uma ex-top do WWCT, Justine Dupont. Foi a francesa que venceu o heat com facilidade, deixando Jessica Grimwood em segundo enquanto que Mariana não conseguiu fazer o seu melhor surf e foi eliminada.

Na categoria masculina a “Armada Lusa” estava representada por apenas um surfista, o júnior Luís Perloiro. Numa bateria de muitas ondas e poucas notas altas, Perloiro conseguiu uma nota boa mas ficou a precisar de algo semelhante, um 4.91 para passar, sendo assim eliminado.

Acompanha o resto desta prova AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.