Surfistas lusos começam a vencer no Santa Cruz Pro 2016 | Dia 2

publicado há 8 meses por 0

santa-cruz-pro-2016-dia-2

Depois de um dia morno, ou mesmo fraco, para os surfistas portugueses, o regresso da prova trouxe bons momentos e quatro vitórias.

Logo no primeiro heat do dia era garantido que pelo menos um surfista nacional avançava, já que estavam três em prova contra o francês da Ilha Reunião, Jorgann Couzinet. Infelizmente só um passou, Ruben Gonzalez, em segundo lugar atrás do “estrangeiro”.

No heat seguinte foi mais do mesmo, Lens Avila tinha pela frente Eduardo Fernandes, Tomás Ferreira e Miguel Madeira. Foi o mais experiente dos três, Eduardo, quem mais se conseguiu colar a Lens, que, com apenas duas ondas, venceu com alguma vantagem.

João Kopke inverteu um pouco a tendência ao vencer o heat seguinte e deixou dois surfistas bem conhecidos, Hodei Collazo e Leon Glatzer, em 2º e 3º, mas também o último wildcard local ainda em prova, Francisco Santos, ficaria por aí.

Tomás Fernandes e Zé Ferreira deram continuidade ao “trabalho de Kopke” e também venceram as suas baterias com alguma autoridade, trazendo consigo para a fase seguinte Frederico Magalhães e Jácome Correia. Nos três últimos heats da fase João Guedes, Nicolau Von Rupp e Pedro Coelho também avançavam, todos em segundo lugar.

Com o fim da prova masculina começou a feminina, também com uma vitória lusa. Carol Henrique é uma das favoritas à vitória da etapa e abriu a prova com um primeiro lugar e uma das melhores médias do campeonato. Já Mariana Assis teve uma batalha muito equilibrada com a inglesa Lucy Campbell pelo segundo lugar e com uma nota de 5.33 na sua última onda conseguiu a qualificação. Também Yolander Hopkins conseguiu o segundo lugar, na bateria seguinte, enquanto que todas as outras surfistas nacionais presentes neste campeonato eram eliminadas.

Não percas o próximo call às 7:30 da manhã. Acompanha a evolução do o evento AQUI!

Comentários