Cinco surfistas portugueses “rumaram” ao México com o mesmo objectivo, juntar alguns pontos num WQS de 4 estrelas. Infelizmente os dois primeiros portugueses a competir no Surf Open Acapulco estavam no mesmo heat, o 12º do round 2.

Miguel Blanco, João Kopke tinham pela frente Vehiatua Prunier e Shaun Burns e disputaram a qualificação quase onda a onda. Mas o tahitiano, Prunier, acabou por “fugir” com a liderança. Isso obrigou Kopke e Blanco a disputarem o segundo lugar e acabou por ser o primeira a avançar.

Na fase seguinte, a terceira Kopke acabava por perder, em terceiro lugar, em mais um heat muito equilibrado. Já Tomás Fernandes mostrou uma grande sintonia com as ondas e bastante agressividade nas manobras, vencendo com larga vantagem o seu heat contra dois surfistas franceses e um norte-americano. Na fase seguinte repetiu a dose, vencendo novamente com surfistas de mais peso que na fase anterior. Com a vitória Tomás junta-se a Vasco Ribeiro e Zé Ferreira, que já se encontram qualificados por seeding para a quinta fase do evento.

Outro destaque destes primeiros dias de prova foi o residente de Cascais, Pedro Henrique. O ex-campeão mundial júnior começou na primeira fase e já passou 3 heats, encontrando-se agora no round 4.

O Surf Open Acapulco regressa dentro de horas. Acompanha tudo em directo AQUI!

Heats com portugueses:
Round 5
Heat 3 | Vasco Ribeiro x Luel Felipe x Cahill Bell-Warren x Matheus Navarro
Heat 5 | Zé Ferreira
x Nathan Yeomans x Mitchell James x Michael Rodrigues
Heat 6 | 
Connor O’Leary x Manuel Selman x Tomás Fernandes x Jerome Forrest

Comentários

Os comentários estão fechados.