O título mundial feminino de prometia ser uma disputa até às fases finais mas acabou cedo. Stephanie Gilmore poderia precisar de chegar às meias finais para garantir o seu sétimo título mas tudo ficaria mais fácil se a sua única adversária nesta disputa, Lakey Peterson, perdesse cedo.

As ondas estavam simplesmente perfeitas na mítica onda de Honolua Bay, a passar os dois metros nos sets com secções que tanto permitiam grandes manobras como grandes tubos. Carissa Moore deu o primeiro grande tubo do dia vencendo a sua bateria com facilidade e logo no heat seguinte Gilmore fazia uma das melhores combinação de carves e tubo para se garantir no round 3.

No último heat da primeira fase Sally Fitzgibbons roubou o espectáculo com o melhor tubo do dia, enquanto que no heat anterior a wildcard Summer Macedo vencia uma bateria de notas baixas. Mas a grande surpresa tinha sido antes, quando Lakey Peterson falhou a qualificação para o round 3, fazendo apenas notas muito baixas. Isso significava que a sua disputa pelo mais importante galardão do surf feminino esta em sério risco de acabar cedo.

A prova entrou pelo round 2 e Lakey tinha como adversária Alana Blanchard, que fazia nesta etapa o seu regresso ao Women’s Championship Tour. Peterson era a grande favorita mas Alana estava em grande forma e, com duas ondas muito bem surfadas, deixou a californiana a precisar de uma nota alta a poucos minutos do fim. Lakey ainda teve uma oportunidade mas os nervos estavam presentes e apesar de ter feito algumas rasgadas boas não fez a nota que precisava e mesmo antes de terminar o heat já se celebrava no “Camp Gilmore”.

Automaticamente Stephanie Gilmore foi coroada campeã mundial e assim empatou com a anterior recordista de títulos mundiais, ficando com hipóteses de superar esse feito nos próximos anos!

Comentários