Semi-finalistas do SATA Azores Pro decididos!

publicado há 2 anos por 0

SATA-Azores-Pro-Day-4

E é já Sábado que termina este Prime!Depois de um dia difícil ontem, o quarto dia do SATA Azores Pro presented by Sumol viu uma melhoria das condições graças a um aumento do tamanho das ondas. Apesar de algum onshore à mistura, várias eram as ondas com potencial para notas excelentes e foram vários os heats renhidos!

Depois de realizados os heats em falta do round 5, com vitórias para Italio Ferreira, Joan Duru, Yadin Nicol e Michel Dunphy, round também onde caíram os últimos surfistas do WCT ou ex-WCTistas, como Brett Simplson e Willian Cardoso, a organização decidiu aproveitar as condições e realizar logo os quartos de final!

No primeiro a sensação do momentos, o jovem de 16 anos Leonardo Fioravanti, tinha um heat de cortar a respiração com o extra-fluido Jesse Mendes. O backside deste brasileiro é para lá de certeiro e letal mas o frontside não fica atrás juntando o power e os aéreos como poucos. Leo foi muito paciente à espera da onda certa, táctica que usou até aqui e sempre com sucesso, mas desta vez a onda não veio e quando Mendes encaixou três manobrões para a esquerda, todas eles  de rail, recebendo um 8 pontos, a vida de Leo tornou-se mais complicada e o italianao não a conseguiu “descomplicar” até ao tocar da buzina.

Seguiu-se Richard Christie versus o vencedor do ano pasado, Tomas Hermes. Foi mais um heat do mais renhido que há e a prova é a média final de ambos os surfistas: 10.87 x 19.77. Até aqui os heats tinham sido decididos com manobras de lip e power (excepto o heat do voador Italio Ferreira), mas Christie decidiu usar o jogo aéreo para garantir a sua melhor nota. Numa direita, e depois de uma primeira manobra de acerto, o neo-zelandês deu um boa aéreo reverse e que lhe rendeu um sete pontos. Hermes ainda foi para a liderança graças a duas ondas médias, mas Christie meteu o último prego no caixão do brasileiro quando encaixou boas manobras para a esquerda.

O heat 3 dos quartos-de-final foi talves o mais emocionante. O atque preciso e power do Joan Duru contrastou com o jogo aéreo de Italio Ferreira e se o brasileiro recebeu um 8.07 por um abusadissímo aéreo reverse de frontside, o francês recebeu um 8,07 por uma sucessão de pauladas a tirar o tail de backside. Muito perto do final, e com Italio a dar o heat como garantido, Duru apanhou uma direita e que foi completambete dizimada pelo backside attack de Joan Duru que, com duas manobras apenas na sua última onda e perto do toque da buzina, fez um 950, uma nota quase perfeita.

Seguiu-se o último heat do dia e em jogo estavam Yadin Nicol e Michael Dunphy. Este último pouco fez contra o poderoso jogo de power e manobras encadeadas de Nicol que fez para a esquerda e para a direita as suas melhores notas e graças ao power surf (e só de pensar que Nixol é um expert é um surf high performance…).

Estão assim conhecidos os últimos quatro surfistas em jogo e que são Jesse Mendes e Richard Christie, heat 1, assim como Joan Duru e Yadin Nicol, no heat 2. Não te esqueças de assistir a tdudo ao vivo aqui pois o campelonato terminrá já Sábado.

(Destaques do dia 4)

 

Comentários