Depois de um lay day, por falta de ondas em Klepp, o Eurosurf voltou à água e a equipa portuguesa foi novamente destaque. Claramente o dia de descanso não tirou o foco aos competidores lusos, que continuaram a “limpar” a concorrencia.

Na categoria Open os portugueses estavam divididos em apenas dois heats mas mesmo assim não houve derrotas para os nossos surfistas. Na primeira bateria Tomás Fernandes venceu, seguido de muito perto por Guilherme Fonseca enquanto que Freddy Meadows e Patrick Langdon Dark não tiveram a mínima hipótese e seguiram para a repescagem.

Logo de seguida, mais do mesmo, Pedro Henrique dominou o seu heat, com Eduardo Fernandes também destacado no segundo lugar, eliminando Gearoid McDaid e Mattia Migliorini do main event.

A categoria surf feminino não foi à água mas no bodyboard masculino o irmão de Guilherme Fonseca, Daniel, fez uma das melhores médias de toda a prova e avançou para a final do main event. O mesmo fez Teresa Padeia, no bodyboard feminino, garantindo 100% de sucesso para a “armada lusa” neste dia de prova.

Apesar de ainda haver muito para acontecer nas fases de repescagem, Portugal segue como o mais provavél vencedor deste evento, um dominio raramente visto em provas de selecções.

Acompanha a evolução desta prova AQUI!

 

Comentários