Saca, Slater e Fanning no round 2 | Quiksilver Pro France | Dia 4

publicado há 2 anos por 0

QUIKSILVER-PRO-FRANCE-2014-DIA-4

Com condições ligeiramente melhores às do dia anterior, quando se realizou a prova feminina, começou o Quiksilver Pro France. As ondas rondavam o metro, com esquerdas com pouca força e direitas muito rápidas. Mas nem por isso os melhores surfistas do mundo deixaram de “incendiar” o line up.

Uma das maiores surpresas do dia aconteceu logo no terceiro heat, quando Jeremy Flores venceu frente a Mick Fanning e Filipe Toledo. No passado uma vitória de Flores nada teria de surpreendente, mas 2014 tem sido um ano difícil e o francês encontra-se actualmente longe da “bolha” da qualificação para 2015. Agora Jeremy parece estar a surfar com pranchas maiores que dão mais expressão e amplitude às suas manobras e as notas estão sair mais altas.

Fanning não foi o único candidato ao título a cair para o round 2 pois Slater fez-lhe companhia. Pela segunda vez este ano Matt Wilkinson bateu o 11x campeão do mundo, novamente com o seu backside “afiado”. As batidas de “Wilko” foram do mais crítico que se viu todo o dia e mesmo com um aéreo incrível, que lhe deu a nota de 9 pontos, Kelly não conseguiu virar o resultado.

Por sua vez Gabriel Medina não se deixou bater por Dane Reynolds ou Tiago Pires. O brasileiro não fez nada de muito abusado, mas garantiu duas notas sólidas sem dificuldades. Saca fez duas ondas boas, acabando a precisar de uma nota de 8.17. Apesar de ter caído para a repescagem o português mostrou que manteve o bom surf que tinha mostrado em Trestles.

Foi Julian Wilson que fez o melhor heat da fase, apesar de ter encontrado forte oposição em John John Florence. No entanto Julian, além de ter sido radical foi consistente e parece a caminho de resultados mais dignos do seu valor.

O Quiksilver Pro France deve regressar amanhã. Acompanha tudo em directo AQUI!

Comentários