Depois de alguns dias de pausa o Quiksilver Pro France voltou à água com condições pesadas. Ondas até três metros quebravam muito perto da areia mas ofereciam alguns tubos para os “especialistas entre os especialistas”.

Este foi um dia de prova que pôs em cauda toda a condição física e competitividade dos surfistas do World Tour. Jeremy Flores foi um que passou esse teste pois tudo que lhe podia acontecer de mau aconteceu e conseguiu passar o heat à mesma. O seu adversário, Yadin Nicol, conseguiu uma nota 10 com um tubo “backdoriano” e Jeremy caiu numa onda e só voltou à tona duas ondas mais tarde e exausto. Mas mesmo sem conseguir pontuar mais avançou para o round 2.

Owen Wright também fez um heat incrível contra o seu amigo Matt Wilkinson e venceu quando apanhou um “monstro” para a esquerda nos últimos segundos. Por mais que os organizadores e competidores quisessem usufruir deste dia, a prova tinha começado às 3 da tarde e a noite atacou sem piedade, deixando alguns heats do round 2 por realizar.

Mas logo no dia seguinte de manhã o Quik Pro voltou à carga para terminar essa fase. As ondas continuavam boas mas, como no dia anterior,  com muitos close outs pesados pelo meio.

Tiago Pires ia no penúltimo heat desta fase, contra o seu carrasco da etapa de Trestles (Kai Otton). O português era claramente o favorito e foi quem começou melhor, com um tubo de backside logo no início. Mas Kai foi na onda seguinte, meteu-se numa pesada caverna e saiu com o “bafo” para receber 9.33. A partir daí Saca teve de fazer o “jogo” de correr atrás, que nestas condições nunca é fácil. Tiago meteu-se dentro de mais uns tubos, inclusivamente numa outra esquerda onde andou muito e saiu. Mas entretanto Otton já o tinha encostado às “boxes” pois deu um tubo ainda melhor que o anterior e recebeu 10 pontos. Esta foi mais uma derrota inglória para o melhor surfista português de todos os tempos, que está com surf para tirar melhores resultados que anda a tirar.

Com o término do heat seguinte, vencido por Miguel Pupo, esta prova entrou “on hold” até (pelo menos) às 12.45 locais. Acompanha as novidades desta prova em directo AQUI!

(Destaques do dia 5 de prova)

YouTube Preview Image
Comentários

Os comentários estão fechados.